Restaurante Il Mercato começa a produzir pizzas biológicas e DOP com massa-mãe

Restaurante Il Mercato começa a produzir pizzas biológicas e DOP com massa-mãe

Tanka Sapkota, chef especializado em gastronomia italiana responsável pela cozinha do Il Mercato, em Lisboa, começou, recentemente, a trabalhar com Adolfo Henriques, proprietário da Granja dos Moínhos, na Maçussa. Com a ajuda do produtor, vai integrar o trigo barbela e o trigo ‘preta-amarela’ na sua cozinha para criar pizzas biológicas e DOP com massa-mãe.

“A partir de agora, pizzas biológicas feitas a partir de massa-mãe – com a ajuda de uma máquina especial de amassar, pioneira em Portugal, a ‘Impastatrici a bracci tuffanti’ -, preparadas com cereais portugueses resgatados da extinção e produtos de denominação DOP podem encontrar-se na carta do restaurante Il Mercato. No caso do trigo espelta, esta é uma variedade Etrusca nunca antes cultivada em Portugal – e que possui elevados benefícios para a saúde, como o baixo teor de glúten’, dizem os responsáveis pelo restaurante lisboeta.

“Este projeto de usar mais produtos portugueses é de tal modo importante – e fruto de uma vontade antiga – que posso dizer-vos que no início de 2020 a minha procura pela sustentabilidade irá materializar-se de forma mais sólida”, diz ainda o chef Tanka Sapkota, proprietário dos espaços Come Prima, Il Mercato e Forno d’ Oro.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior Herbicidas com desmedifame proibidos. Usados em beterraba sacarina
Próximo Inés, a cabreira da esperança para um mundo em agonia na Europa

Artigos relacionados

Fitotema

Míldio da videira – cientistas descobrem a verdadeira origem da propagação mundial da doença

O míldio é a principal doença da cultura da vinha, gerando elevados prejuízos na produção vitivinícola a nível mundial. Sabe-se muito sobre a biologia do fungo que a origina (Plasmopara viticola) […]

Últimas

Investigado corte ilegal de sobreiros e azinheiras pela EDP na serra algarvia

Os trabalhos de limpeza em árvores protegidas por lei estão sujeitas a autorização do ICNF, o que “não aconteceu neste caso”. […]

Notícias florestas

Comissão para os Mercados e Produtos Florestais deve ser reactivada, defende ex-secretário de Estado

Amândio Torres, titular da pasta das florestas de 2015 a 2017, diz que a comissão, criada em Abril de 2017 e que cessou actividade no ano seguinte, “desenvolvia tanto trabalho que é difícil de engolir […]