Relatório do Controlo nacional de resíduos de pesticidas em produtos de origem vegetal

Relatório do Controlo nacional de resíduos de pesticidas em produtos de origem vegetal

[Fonte: DGAV] Procede-se à divulgação do Relatório do Controlo nacional de resíduos de pesticidas em produtos de origem vegetal – 2017.

Do total das amostras analisadas, 93,1% estavam conformes, ou seja, sem resíduos, ou, com resíduos abaixo dos LMR. Amostras com resíduos representaram 49,7% das amostras analisadas, sendo que em 43,4% das amostras, os resíduos detetados estavam a níveis inferiores aos LMR.

Não foram detetados resíduos de pesticidas nos alimentos para bébés ou alimentos de origem animal testados.

Do total de amostras provenientes de países terceiros (67 amostras integradas no Programa + 65 amostras colhidas no âmbito do Controlo oficial à importação), 12 amostras, representando 9,1% apresentavam resíduos em infração os LMR do(s) pesticida(s) presente(s). Produtos não conformes provenientes dos controlos à importação realizados nos postos fronteiriços foram rejeitados à entrada do território não tendo sido colocados em livre prática no mercado nacional.

→ Consulte aqui o relatório ←

Comente este artigo
Anterior Academia Milho Amarelo: Sementeira de milho VRT
Próximo AGRONET – Inovação Agrícola/Florestal através da digitalização e das redes sociais - 8 de maio - ESA Ponte de Lima

Artigos relacionados

Nacional

Portugal produz “apenas um terço” do milho que consome

A produção nacional de milho mantém-se estabilizada nas 830 mil toneladas anuais, embora Portugal tenha de importar dois terços do cereal […]

Sugeridas

93,1% dos hortofrutícolas analisados pela DGAV tinham resíduos de pesticidas abaixo dos limites máximos

93,1% das 710 amostras de hortofrutícolas analisados pela DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, em 2017, estavam abaixo dos limites máximos de resíduos de pesticidas (LMR). […]

Comunicados

Atualização da zona demarcada para Trioza erytreae – Psila Africana dos Citrinos – 10 de março de 2021

A DGAV procedeu à publicação do Despacho n.º 09/G/2021, de 10 de março, relativo à atualização da Zona Demarcada para Trioza erytreae, dando cumprimento ao estabelecido no n.º […]