Reino Unido: Uma cooperativa de frutas frescas trabalha na primeira “Quinta robótica” do mundo

Reino Unido: Uma cooperativa de frutas frescas trabalha na primeira “Quinta robótica” do mundo

Num esforço para lidar com a futura escassez de mão de obra, a maior cooperativa de refrigerantes do Reino Unido alocou um orçamento de £ 2,5 milhões para criar a primeira fazenda robótica do mundo. O projeto se chama Robot Highways e tem como objetivo garantir a sustentabilidade ao setor nos desafios da força de trabalho, na necessidade de produção global de alimentos e na redução do impacto ambiental.

O projeto será a maior demonstração conhecida de robótica e tecnologias autônomas, que será localizada na Clock House Farm em Kent.

A cooperativa Berry Gardens, propriedade do produtor, faz parte do consórcio responsável pela execução do projeto. O grupo também é formado pela Saga Robotics, líder em robótica para o setor de frutas vermelhas; a University of Lincoln e a University of Reading, entre outras. Eles apontam que o projeto é fundamental para a sustentabilidade do setor ao reduzir a dependência da mão de obra sazonal, estimando uma redução de 40% na mão de obra necessária.

O artigo foi publicado originalmente em COTHN

Comente este artigo
Anterior Import duties for maize, sorghum and rye updated at €zero per tonne
Próximo Esperados meses complicados no mercado de batata

Artigos relacionados

Últimas

Desejos de um próspero 2017…

…com preços altos, boas colheitas, ajudas da PAC transferidas a tempo e horas,  muitos projetos analisados e pagos, e boas notícias, […]

Últimas

CDS quer nomeação urgente do presidente do Conselho Diretivo da Fundação Mata do Bussaco

Através de um projeto de resolução entregue na Assembleia da República, cujo primeiro subscritor é o deputado João Pinho de Almeida, o CDS quer que a Assembleia da República […]

Nacional

Barragens alentejanas recuperam níveis hídricos com chuvas de janeiro

As fortes chuvadas dos mês de janeiro permitiram uma recuperação acentuada dos níveis de água nas bacias hidrográficas do Alentejo, acabando mesmo com a situação de seca que se verificava há vários anos. […]