Reino Unido prevê investir 51ME na agroindústria em Moçambique

Reino Unido prevê investir 51ME na agroindústria em Moçambique

O Reino Unido prevê investir um total de 46 milhões de libras esterlinas (51 milhões de euros) no setor agroindustrial em Moçambique, anunciou hoje o comissário adjunto de Comércio da Rainha Elisabeth para África.

“Foi ótimo ver que o comércio entre Moçambique e o Reino Unido aumentou 45% ano passado e que a Cimeira de Investimento Reino Unido-África catalisou 46 milhões de libras de novos investimentos privados no setor agroindustrial”, disse Alastair Long, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

O responsável falava durante um encontro virtual com quadros do Governo de Moçambique.

Segundo dados avançados no encontro, as relações comerciais entre o Reino Unido e Moçambique atingiram 538 milhões de libras esterlinas (601 milhões de euros) em 2019, aumento de 45% comparando com o ano anterior.

“Tudo isso é resultado do compromisso de ambos os governos em promover parcerias”, declarou Alastair Long, acrescentando que é do seu interesse ver mais empresas do Reino Unido com investimentos em Moçambique.

Comente este artigo
Anterior OE2020: Apoio à eletricidade verde resulta em “montantes irrisórios” - CAP
Próximo Açores: António Ventura, engenheiro zootécnico, à frente da Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural

Artigos relacionados

Dossiers

Perturbação polar.

Perturbação polar em aproximação ao território.
Esta 2ª feira teremos a passagem da primeira perturbação polar deste Outono-Inverno sobre o território. […]

Sugeridas

Portugal foi o país que menos cresceu na agricultura biológica

No período entre 2012 e 2018, a área relativa ocupada por este modo de cultivo também ficou abaixo da média comunitária. […]

Últimas

‘Green Deal’ na Europa. ‘Trouble in Paradise’ na Holanda

Com a apresentação do marcante, ambicioso e urgentemente necessário ‘Green Deal’, Ursula von der Leyen perfila o início de um novo ciclo na Comissão Europeia e acentua a vontade da Europa em liderar a acção na urgentíssima questão do Clima/Ambiente. […]