Reino Unido pode passar a estar sujeito aos mesmos controlos fitossanitários que países terceiros

Reino Unido pode passar a estar sujeito aos mesmos controlos fitossanitários que países terceiros

[Fonte: Vida Rural]

Numa situação de não acordo em relação ao Brexit, a partir do próximo dia 30 de março, o Reino Unido poderá passar a estar sujeito às mesmas restrições, proibições e controlo fitossanitário para hortofrutícolas que atualmente são aplicados a países terceiros.

Numa nota enviada às redações esta quinta-feira (7 de março), a Portugal Fresh explica que “os produtos vegetais que atualmente circulam no território da UE sem exigências fitossanitárias particulares (sem exigência de passaporte fitossanitário), poderão continuar a ser exportadas sem necessidade de Certificado Fitossanitário. Os vegetais e produtos vegetais que circulam no território da União com Passaporte Fitossanitário deverão ser sujeitos a inspeção fitossanitária para emissão dos respetivos Certificados Fitossanitários.”

“Igualmente, e numa situação de não acordo, o Reino Unido, a partir das 00H00 de 30 de março próximo passará a ser considerado país terceiro, passando a estar sujeitos às mesmas restrições e ou proibições e a controlo fitossanitário todos os vegetais e produtos vegetais importados do Reino Unido e que atualmente são aplicadas a países terceiros”.

“Alertamos que as exigências incluem também a obrigatoriedade de todas as embalagens de madeira (paletes, caixas, etc.)  terem que estar devidamente tratadas e marcadas de acordo com a norma ISPM15”, acrescenta a Portugal Fresh.

“No que respeita as sementes e batata semente, todas as variedades inscritas nos Catálogos Comuns de Variedades de Espécies Agrícolas e Hortícolas cuja seleção de manutenção esteja apenas a ser assegurada no Reino Unido e ou a sua inscrição tenha sido concretizada apenas pelo Reino Unido, serão retiradas destes catálogos não podendo as suas sementes/batata semente serem importadas para o território da União Europeia. O mesmo se passará com o restante material de propagação (videira, fruteiras). No caso das plantas ornamentais apenas será permitida a comercialização de variedades que estejam incluídas pelo menos numa lista de fornecedores de um Estado-Membro”, conclui a associação.

Comente este artigo

O artigo Reino Unido pode passar a estar sujeito aos mesmos controlos fitossanitários que países terceiros foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior Governo promete fiscalizar limpeza de terrenos a partir do final de março
Próximo Gestores dos fundos europeus vão aceder à base de dados do Fisco para acelerar candidaturas de empresas

Artigos relacionados

Sugeridas

El sector lácteo español, con síntomas favorables para su recuperación

Un informe de la interprofesional láctea resalta la mejoría de los principales indicadores económicos en el sector, a excepción del consumo interno, que sigue bajando.

Comunicados

Medidas agro-ambientais para o Montado, um novo paradigma inspirado no programa do Burren na Irlanda

Um grupo de 20 agricultores, investigadores e administração pública interessados no Montado visitaram recentemente o Burren, na Irlanda, para conhecer as pessoas envolvidas e ver in loco a experiência de co construção e implementação de medidas agroambientais baseadas […]

Sugeridas

Alterações climáticas põem vinhos da Península Ibérica em perigo

[Fonte: Gazeta Rural]
«As projeções sugerem que a produção vitivinícola mundial deverá enfrentar um maior stress hídrico e temperaturas variáveis e que a Península Ibérica será uma das mais afetadas pelo problema»
A produção de vinho na Península Ibérica é uma das mais afetadas pelas alterações climáticas mundiais. […]