Reflorestar Portugal promove cursos de Agrofloresta de Sucessão em Abril

Reflorestar Portugal promove cursos de Agrofloresta de Sucessão em Abril

Reflorestar Portugal promove cursos de Agrofloresta de Sucessão em Abril

  • 6, 7 e 8 de Abril: Biovilla (Palmela)
  • 13, 14 e 15 de Abril: Agro-turismo Quinta da Fonte (Figueiró dos Vinhos)
  • 20, 21 e 22 de Abril: Projecto Agroecológico Soajo (Gerês)
  • 27, 28 e 29 de Abril: São João de Ver (Santa Maria da Feira)

 

É já no próximo mês de Abril que a Reflorestar Portugal promove quatro cursos de Agrofloresta de Sucessão em vários pontos do País.

O ponto de partida desta tourné nacional será na Biovilla, em Palmela, nos dias 6, 7 e 8 de Abril; seguindo para o Agro-Turismo Quinta da Fonte, em Figueiró dos Vinhos, nos dias 13, 14 e 15 de Abril; depois subirá ao Projecto Agroecológico Soajo, no Gerês, nos dias 20, 21 e 22 de Abril; e terminará em São João de Ver, em Santa Maria da Feira, nos dias 27, 28 e 29 de Abril.

As três primeiras formações – em Palmela, Figueiró dos Vinhos e no Gerês – são Cursos de Introdução à Agrofloresta de Sucessão. Serão apresentados os conceitos básicos de implantação e manejo de um sistema agroflorestal, essenciais para o planeamento e manutenção da produção: estratos, sucessão, cobertura de solo e consociações. Será feita a implantação de um projecto com preparação de solo, cobertura do solo e plantio e demonstração e aplicação prática de técnicas de poda e manejo da área nas diferentes fases.

A última formação, em Santa Maria da Feira, corresponde a um Curso Avançado onde serão aprofundadas algumas técnicas e conhecimentos aplicados a uma agrofloresta com dois anos de existência. Inicialmente será feito um diagnóstico da área de estudo e a compreensão dos processos de sucessão in loco antes de ser implantada a nova área. Ao longo do curso serão aprofundadas técnicas de poda, manejo de agrofloresta e dos conceitos de sucessão, estratificação e consociação.

Os cursos serão facilitados por Namasté Messerschimdt, discípulo de Ernst Götsch há 18 anos, consultor agroflorestal e instrutor de cursos de iniciação e avançados de Agricultura Sintrópica, que está ligado aos mais importantes projectos brasileiros nesta área como o Cooperafloresta, o Assentamento Mário Lago, o Agroflorestar, o Instituto Oca e a Fazenda da Toca.

O Sistema Agroflorestal de Sucessão, também conhecido como Agricultura Sintrópica, foi desenvolvido pelo suíço Ernst Götsch, inspirado na forma como as florestas se desenvolvem, e é hoje uma das técnicas de plantação mais viáveis do ponto de vista ambiental, social e económico. O plantio é feito de forma sincronizada com espécies agrícolas (hortícolas e frutíferas) e espécies florestais. A plantação em alta densidade e diversidade só é possível graças à utilização de espécies de ciclo de vida curto, médio e longo, ocupando todos os estratos de uma floresta (rasteiro, baixo, médio, alto e emergente). Respeitando estes princípios optimiza-se o aproveitamento da luz do sol, dos recursos hídricos e garantem-se plantações agrícolas mais produtivas.

Marina Zimmerman, da Reflorestar Portugal, explica a urgência deste tipo de iniciativas

Todos os anos incêndios deflagram de Norte a Sul do país, sendo agravados por condições climáticas, geográficas, pela falta de meios e estratégias associadas a um mau planeamento e fraca prevenção, que vai além da limpeza dos terrenos. As florestas são as grandes sustentadoras do ciclo da água e da biodiversidade. Quando elas desaparecem, o clima e as chuvas mudam, perde-se riqueza genética e gera-se escassez de recursos. É alarmante que 58% do território português já seja considerado árido. Acreditamos que os Sistemas Agroflorestais e a Permacultura são as principais ferramentas para travar e inverter esta espiral involutiva e degenerativa em que nos encontramos, tanto a nível ambiental, humano, espiritual, como social e económico. É neste contexto que a Reflorestar Portugal promove estes cursos de Agrofloresta de Sucessão, numa tentativa de dar a conhecer técnicas de cultivo mais eficazes e indicadas para fazer frente às alterações climáticas”.

Os valores dos cursos rondam os 250 euros, diferindo consoante a modalidade de estadia escolhida pelos participantes. Os interessados em participar nestas formações podem inscrever-se e/ou solicitar mais informações através do email inscricoes@reflorestar-portugal.com.

Sobre a Reflorestar Portugal

A Reflorestar Portugal surge do sonho colectivo de ver renascer as florestas de uma forma regenerativa, sustentável e holística, contemplando aspectos ambientais, humanos, espirituais, sócio-económicos e culturais, respeitando a biodiversidade de fauna e flora nacionais. Tem o objectivo de fomentar parcerias colaborativas entre todas as pessoas, colectivos, iniciativas, organizações e instituições que partilhem desta visão, através da constituição de uma rede de trabalho com vista à implementação de soluções de forma gradual, regenerativa, colaborativa e sustentável.

www.reflorestar-portugal.com

https://www.facebook.com/ReflorestarPortugal/

Sobre Namastê Messerschmidt

Consultor Agroflorestal, possui 18 anos de experiência técnica e prática na implantação e manejo de Sistemas Agroflorestais. É instrutor de Cursos de Iniciação e Cursos Avançados de Agricultura Sintrópica, criada por Ernest Gotsch. Escreve e faz consultoria para o projeto Cooperafloresta e para o Assentamento Mário Lago. É autor do livro e dos panfletos do Projeto Agroflorestar. Faz consultoria no Instituto Oca, na Fazenda da Toca. Dá cursos no Brasil e por todo o mundo, sempre pela simbiose Agroflorestal.

https://www.facebook.com/simbioseagroflorestal/

 

 

 

Comente este artigo
Anterior H2020 - Bioeconomia, Biotecnologia e BBI - Atualização de informações (Março 2018)
Próximo Governo cedeu aos pedimos efetuados pela Maavim

Artigos relacionados

Nacional

PCP e BE adiam votação da reforma da floresta – para a tarde e para o Outono

Para a tarde uns diplomas, para a próxima sessão legislativa outros. A reforma das florestas que for aprovada esta semana no Parlamento deverá ficar incompleta por uns meses, depois de esta manhã o Bloco de Esquerda ter pedido o adiamento para a próxima sessão legislativa dos diplomas sobre as sociedades de gestão florestal e sobre os benefícios fiscais e de o PCP também ter adiado de forma potestativa para a reunião que já […]

Notícias mercados

Farmacêutica quer criar exploração de canábis para fins medicinais em Campo Maior

[Fonte: Vida Rural]
Uma empresa com capital canadiano e israelita quer investir cerca de 16 milhões de euros em Campo Maior, em Portugal, para criar uma exploração de produção de canábis para fins medicinais. A notícia é avançada pela agência Lusa, […]

Nacional

Sessão de Demonstração em Olival

[Fonte: Voz do Campo]

A X Sessão de Demonstração em Olival e IV Sessão de Demonstração com VANT, terá lugar na próxima semana, quarta-feira, dia 27 de Fevereiro, pelas 14h00, em Vinhó, concelho de Gouveia, no âmbito do projeto “Promoção e Valorização de Azeites de Montanha. […]