Quinta da Gândara tinto ganha medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

O Quinta da Gândara Reserva 2013 tinto, das Caves da Montanha, venceu a medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas, um dos mais importantes concursos internacionais de vinhos, que este ano se realizou em Aigle, na Suíça.

Produzido, em Mortágua, na Região Demarcada do Dão, naquela que é mais antiga propriedade da zona que lhe dá nome, o tinto Quinta da Gândara Reserva, nasce de uvas Touriga Nacional, que em 2013 produziram este vinho, o qual mereceu agora o ouro na opinião do painel de 340 provadores da 26.ª edição do Concours Mondial de Bruxelles.

Enólogos Joana Cunha e Bruno Seabra

Os enólogos Joana Cunha e Bruno Seabra assinam este produção de 2013 da Quinta da Gândara Reserva que se apresenta com uma cor vermelha cereja. O seu aroma é jovem, com boa fruta (cereja preta e amora) e notas discretas de baunilha. Taninos maduros em equilíbrio com acidez elegante, aveludado e harmonioso, boa persistência.

O Quinta da Gândara, acompanha bem tudo especialmente peixe assado, mas também pode ser servido com pratos de caça e bons queijos de pasta.

Recuperação dos 25 hectares de vinhas da Quinta

Alberto Henriques, director-geral das Caves da Montanha, destaca a aposta que foi feita na recuperação dos 25 hectares de vinhas da Quinta da Gândara, “a qual tem dados os seus bons frutos, uma vez que têm sido vários os prémios obtidos, com vinhos provenientes das suas castas, não só esta medalha de ouro no concurso internacional de Bruxelas, mas também a obtenção de 92 pontos da prestigiada revista Wine Enthusiast, que considerou altamente recomendados um branco e um tinto Quinta da Gândara”.

As Caves da Montanha, têm estado a aumentar a sua produção de vinhos do Dão, uma aposta que Alberto Henriques, quer continuar a fazer crescer, “uma vez que estes prémios demonstram estarmos a seguir a estratégia correta e a produzir bons vinhos. Exemplo, disso mesmo, é este Tinto Quinta da Gândara Reserva, ter ganho recentemente medalha de ouro em 2 concursos, o Internacional de Bruxelas e no Concurso de Vinhos de Portugal, o mais importante concurso realizado em Portugal e que é organizado pela ViniPortugal. O Quinta da Gândara, neste momento, ganha em tudo o que concorre”, conclui Alberto Henriques.

Bairrada

Situada na Bairrada, numa das zonas mais tradicionais de vinhos em Portugal, a Caves da Montanha é uma companhia de bebidas portuguesa fundada em 1943 e que, ao longo destes mais de 75 anos, sempre se pautou pela mesma visão: a qualidade dos seus produtos e o enfoque nos seus clientes, sendo disso prova os inúmeros prémios ganhos ao longo dos anos.

As Caves da Montanha dedicam-se à produção, distribuição e divulgação de produtos de alta qualidade: espumantes, vinhos de diversas regiões demarcadas, bebidas espirituosas, destilados, licores, xaropes e aguardentes.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior DGAV promove Concurso de Fotografia sobre a actividade veterinária
Próximo Formação: Poda verde em Figueiras - 15 de junho - Torres Novas

Artigos relacionados

Últimas

Incêndios: Todos os 60 meios aéreos disponíveis, anuncia governo

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) tem a partir de hoje os 60 meios aéreos previstos para o período de 01 de junho a 15 de outubro, […]

Comunicados

BALADI – Federação Nacional dos Baldios

Esta foi a mensagem mais impressiva saída da VI Conferência Nacional dos Baldios realizada pela BALADI – Federação Nacional dos Baldios no passado dia 2 de Julho na aula magna da UTAD em Vila Real, […]

Últimas

Câmara de Alcobaça promove sessão de esclarecimento sobre segurança na apanha agrícola

A hortofruticultura é um setor chave e prioritário para o concelho de Alcobaça, especialmente entre os meses de agosto e novembro, aquando da […]