Queijo Serra da Estrela Velho DOP premiado  no ‘Mondial du Fromage’

Queijo Serra da Estrela Velho DOP premiado no ‘Mondial du Fromage’

O queijo Serra da Estrela Velho DOP, um dos mais reconhecidos queijos portugueses, foi distinguido com a medalha de prata no “Mondial du Fromage”, em França, um dos concursos mais conceituados na Europa.

É a primeira vez um Queijo Serra da Estrela Velho DOP é distinguido neste certame, onde são exibidos queijos das mais diversas nacionalidades, num dos três concursos mais conceituados da Europa.

Presente pela primeira vez neste evento, e após um processo de avaliação das centenas de queijos a concurso, a Queijaria VALE da ESTRELA recebeu a informação de que tinha sido distinguida com a medalha de prata.

Jorge Coelho, administrador e promotor do projeto, garante que “esta distinção representa a concretização de uma ambição da Queijaria Vale da Estrela que é o de elevar ao patamar da excelência a qualidade de um produto como é o Queijo da Serra da Estrela DOP, ambição essa que faz parte da sua cultura”.

Em jeito de reconhecimento, a Queijaria Vale da Estrela assume que partilha este prémio com a COAPE – Cooperativa Agro-pecuária dos Agricultores de Mangualde e “dedica-o aos 40 pastores e às nossas extraordinárias Queijeiras, pois só com o seu trabalho e dedicação foi possível alcançá-lo”.

O ‘Mondial du Fromage’ é um evento organizado em França e que já vai na quarta edição. A Tradifoods, como expositora, tem a possibilidade de apresentar um número restrito de queijos a Concurso, tendo selecionado o queijo DOP Serra Estrela Velho a participar no certame, sendo agora distinguido.

A próxima edição do ‘Mondial du Fromage’ está agendada para os dias 6 a 8 de junho de 2021, na cidade francesa de Tours.De acordo com informação publicada esta semana pela ANIL – Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios, em 2018 cada português consumiu, em média, 13,4 quilos de queijo, o que equivale a cerca de 134 litros de leite.

De acordo com o Observatório Europeu do Mercado do Leite, a oferta global de leite na União Europeia (UE) foi superior em 1,16% à verificada em 2017. Também nesse ano, os preços pagos à produção revelaram um crescimento no primeiro trimestre, baixando, embora, de forma progressiva de janeiro (6,34%) até março (1,36%). A partir de abril, a situação inverteu-se, tendo-se registado baixas sucessivas nos preços (de -11,54% em abril e -5,18% em dezembro).

Em Portugal, a produção de leite atingiu as 1.889 mil toneladas em 2018, o que representa um crescimento de 1,40% face a 2017 (1.862 toneladas). O preço do leite à produção variou entre os 28,31 cêntimos em janeiro de 2018 e os 31,84 cêntimos em dezembro. O destino do leite para consumo em 2018 revelou uma inversão face aos últimos anos, tendo registado um incremento de 6,32% (mais 45.573 toneladas face a 2017).

TERESA SILVEIRA teresasilveira@vidaeconomica.pt, 11/09/2019

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Vida Económica.

Anterior Município de Anadia já eliminou este ano mais de 260 ninhos de vespa asiática
Próximo Casa do Douro vai ser pública e reaver a posse do edifício-sede

Artigos relacionados

Nacional

Boas práticas agrícolas para acabar com o trabalho infantil

Desde 2011 que a Philip Morris Internacional tem vindo a implementar o Código de Boas Práticas Agrícolas com o intuito de eliminar o trabalho infantil nas plantações de tabaco e promover condições dignas de trabalho e habitabilidade para os seus agricultores. […]

Últimas

Projeto europeu recupera práticas tradicionais de pastoreio para prevenir fogos

Na zona transmontana do Romeu, em Mirandela, está em curso uma das oito experiências do projeto apresentada hoje à comunicação social e que envolve ovinos da Raça Churra Galega Bragançana, […]

Nacional

Crédito Agrícola apoia agricultores e industriais na maior feira económica da região centro – EXPOFACIC

O Crédito Agrícola renovou mais uma vez o patrocínio à Expofacic – Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede, que decorre entre 27 de Julho e 6 de Agosto, […]