Queijo Serra da Estrela Velho DOP premiado  no ‘Mondial du Fromage’

Queijo Serra da Estrela Velho DOP premiado no ‘Mondial du Fromage’

O queijo Serra da Estrela Velho DOP, um dos mais reconhecidos queijos portugueses, foi distinguido com a medalha de prata no “Mondial du Fromage”, em França, um dos concursos mais conceituados na Europa.

É a primeira vez um Queijo Serra da Estrela Velho DOP é distinguido neste certame, onde são exibidos queijos das mais diversas nacionalidades, num dos três concursos mais conceituados da Europa.

Presente pela primeira vez neste evento, e após um processo de avaliação das centenas de queijos a concurso, a Queijaria VALE da ESTRELA recebeu a informação de que tinha sido distinguida com a medalha de prata.

Jorge Coelho, administrador e promotor do projeto, garante que “esta distinção representa a concretização de uma ambição da Queijaria Vale da Estrela que é o de elevar ao patamar da excelência a qualidade de um produto como é o Queijo da Serra da Estrela DOP, ambição essa que faz parte da sua cultura”.

Em jeito de reconhecimento, a Queijaria Vale da Estrela assume que partilha este prémio com a COAPE – Cooperativa Agro-pecuária dos Agricultores de Mangualde e “dedica-o aos 40 pastores e às nossas extraordinárias Queijeiras, pois só com o seu trabalho e dedicação foi possível alcançá-lo”.

O ‘Mondial du Fromage’ é um evento organizado em França e que já vai na quarta edição. A Tradifoods, como expositora, tem a possibilidade de apresentar um número restrito de queijos a Concurso, tendo selecionado o queijo DOP Serra Estrela Velho a participar no certame, sendo agora distinguido.

A próxima edição do ‘Mondial du Fromage’ está agendada para os dias 6 a 8 de junho de 2021, na cidade francesa de Tours.De acordo com informação publicada esta semana pela ANIL – Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios, em 2018 cada português consumiu, em média, 13,4 quilos de queijo, o que equivale a cerca de 134 litros de leite.

De acordo com o Observatório Europeu do Mercado do Leite, a oferta global de leite na União Europeia (UE) foi superior em 1,16% à verificada em 2017. Também nesse ano, os preços pagos à produção revelaram um crescimento no primeiro trimestre, baixando, embora, de forma progressiva de janeiro (6,34%) até março (1,36%). A partir de abril, a situação inverteu-se, tendo-se registado baixas sucessivas nos preços (de -11,54% em abril e -5,18% em dezembro).

Em Portugal, a produção de leite atingiu as 1.889 mil toneladas em 2018, o que representa um crescimento de 1,40% face a 2017 (1.862 toneladas). O preço do leite à produção variou entre os 28,31 cêntimos em janeiro de 2018 e os 31,84 cêntimos em dezembro. O destino do leite para consumo em 2018 revelou uma inversão face aos últimos anos, tendo registado um incremento de 6,32% (mais 45.573 toneladas face a 2017).

TERESA SILVEIRA [email protected], 11/09/2019

O artigo foi publicado originalmente em Vida Económica.

Comente este artigo
Anterior Município de Anadia já eliminou este ano mais de 260 ninhos de vespa asiática
Próximo Casa do Douro vai ser pública e reaver a posse do edifício-sede

Artigos relacionados

Dossiers

Azeites Esporão: 100% locais, alentejanos e sustentáveis já estão no mercado

Os Azeites Novos do Esporão, resultantes da Campanha de 2019/2020, já se encontram disponíveis no mercado. Com “características únicas e diferenciadoras, […]

Últimas

China financia projeto agrícola em Angola com 13 milhões de euros

O Governo chinês vai conceder um apoio de 100 milhões de yuans (13 milhões de euros) a fundo perdido para o desenvolvimento de projetos agrícolas em Angola, […]

Notícias mercados

Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2020

As previsões agrícolas, em 30 de junho, apontam para a manutenção dos rendimentos unitários no trigo e triticale e para a diminuição na cevada e […]