Quatro anos depois, as mesmas perguntas – António Nunes

Quatro anos depois, as mesmas perguntas – António Nunes

Quatro anos corridos sobre as tragédias registadas nos incêndios florestais de 2017, lemos na imprensa declarações do presidente da AGIF-Agência para a Gestão Integrada dos Fogos Rurais GIF e do especialista José Bento Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Geógrafos, que afirmam estar Portugal à beira de novas ocorrências catastróficas por causa de incêndios.

Estas declarações aparecem na imprensa sob a forma de alerta público, não se percebendo se constituem uma acusação de ineficácia ao governo ou uma confissão de impotência técnica e científica, ou se, pura e simplesmente, são um aviso aos habitantes das zonas florestais para cuidarem de si próprios quando os fogos aparecerem.

Mas não será estranho que se tenham afetado largos milhões de euros a agências e outras entidades governamentais para resolver as situações críticas identificadas em 2017 e que, quatro anos passados, nos venham alertar para o grave risco de as tragédias se repetirem?

É no mínimo intrigante que, enquanto lemos estes exercícios técnico-científicos de previsão catastrófica proferidos por pessoas habilitadas, esteja a decorrer em Pedrógão um julgamento relativo aos factos de 2017, no qual um dos principais acusados é um comandante de Bombeiros.

Parece bastante óbvio que os incêndios florestais são um problema muito sério em Portugal e que não será apenas com documentos, relatórios, previsões e alertas que se […]

António Nunes

Ex-inspetor da ASAE

Continue a ler este artigo no Dinheiro Vivo.

Comente este artigo
Anterior Censos dos animais errantes avançam. Serão uma “tarefa ciclópica” que só terá fim em 2023
Próximo Las almendras anotan la mayor subida semanal en lo que va de año

Artigos relacionados

Nacional

Boletim n.º 5 do ICAAM – Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora

O ICAAM – Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora disponibiliza o  Boletim Informativo n.º5 do mês de Janeiro 2018
Conheças as noticias destacadas ,os projectos levados a cabo pelo ICAAM , […]

Nacional

PS Açores defende adoção de medidas concretas para melhorar rendimento dos agricultores Açorianos

“O setor agrícola necessita de medidas concretas que permitam aos agricultores Açorianos melhorarem o seu rendimento e não de meros paliativos”, assegurou esta terça-feira o deputado […]

Dossiers

Pedrógão Grande: Ascendi só realizava gestão de combustível quando notificada pelas autarquias

Um dos administradores da Ascendi à data do incêndio de 2017, José Revés, disse hoje no Tribunal de Leiria que a empresa só fazia a gestão de combustível quando notificada pelas […]