Produtos com Marca Açores registam crescimento de vendas de 27% em 2018

O vice-presidente do Governo Regional afirmou, em Angra do Heroísmo, que o conjunto dos produtos certificados com a Marca Açores tiveram um crescimento de vendas na ordem dos 27% em 2018, comparativamente ao ano anterior.

Sérgio Ávila salientou que se trata de um dado “significativo”, que demonstra “a apetência na Região, fora da Região e daqueles que nos visitam em relação aos produtos Marca Açores”.

Venda Açoriana a loja itinerante

O vice-presidente falava sexta-feira na inauguração da Venda Açoriana, uma loja itinerante com produtos regionais certificados que está presente nas principais festividades do arquipélago.

“A consolidação da Marca Açores como projecto sólido de valorização dos nossos produtos e dos nossos serviços acho que é reconhecida por todos”, sublinhou Sérgio Ávila, que elogiou o trabalho de “uma pequena equipa empenhada e valorosa” que executa o projecto nas suas várias vertentes.

“Mérito das empresas”

O governante destacou, por outro lado, “o mérito das empresas” neste processo, frisando que foram elas que “valorizaram os seus produtos, que investiram na qualificação dos seus produtos”.

Actualmente, existem mais de 190 empresas e 3.170 produtos certificados pela Marca Açores, patamar que Sérgio Ávila considerou significativo, garantindo que vai ser dada continuidade a este trabalho em duas vertentes.

A primeira é “continuar a dar a conhecer” os produtos açorianos aos consumidores finais com iniciativas como Venda Açoriana, outras lojas fora da Região e a presença em feiras, e a segunda prende-se com a sensibilização “junto daqueles que são importadores de outros mercados, através do estabelecimento de contactos entre empresas”.

Venda Açoriana das Sanjoaninas

Na Venda Açoriana das Sanjoaninas, situada na Praça Velha, estão disponíveis 300 produtos de 38 fornecedores, oriundos de sete ilhas do arquipélago.

Sérgio Ávila presidiu, também na sexta-feira, à inauguração da Feira de Artesanato açoriano, no recinto das festas do Bailhão, que conta com 28 empresas de artesanato, tradicional e contemporâneo, de diversas áreas.

Nos Açores estão registados 559 artesãos no Centro Regional de Apoio ao Artesanato, número considerado significativo e sem par em qualquer outra região do País.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Bombeiros municipais passam a ter as mesmas remunerações e categorias dos sapadores
Próximo Inovmilho: InovAgri_Student - 04 de junho

Artigos relacionados

Últimas

Quinta britânica ajuda crianças com necessidades especiais com recurso aos animais

A ideia é de Kate e Simon Morris, cujos filhos têm autismo: uma quinta com porcos, ovelhas, galinhas e cavalos que podem ajudar as crianças com necessidades especiais a desenvolver as suas competências sociais. […]

Últimas

Agricultores consideram “inaceitável” corte de 20 milhões de euros

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) considerou esta sexta-feira ser “inaceitável” o corte de cerca de 20 milhões de euros nas medidas agroambientais, […]

Eventos

Seminário: Promoção dos Citrinos do Algarve nos Mercados Externos – 6 de dezembro – Faro

O Seminário: Promoção dos Citrinos do Algarve nos Mercados Externos vai realizar-se no dia 6 de dezembro de 2019, no Auditório da CCDR – Algarve das 09h às 13h. […]