Produtores portugueses de peras e maçãs já podem exportar para a Indonésia

Produtores portugueses de peras e maçãs já podem exportar para a Indonésia

[Fonte: Jornal de Negócios]

Os produtores portugueses de peras e maçãs já podem exportar para a Indonésia, um mercado com um potencial de 260 milhões de consumidores, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Agricultura.

“Com o mercado da Indonésia, sobe para 56 o número de mercados abertos por este Governo, viabilizando a exportação de um total de 225 produtos (170 de origem animal e 55 de origem vegetal)”, avançou, em comunicado, o ministério tutelado por Capoulas Santos.

Para o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, citado no mesmo documento, este é o resultado do “fortíssimo investimento na abertura de mercados e na internacionalização da produção nacional”.

De acordo com os dados avançados pelo Governo, as exportações agroalimentares atingiram, nos primeiros cinco meses do ano, uma taxa de crescimento de 4,6%, em comparação com igual período de 2018.

Por sua vez, a exportação de peras e maçãs representa cerca de 110 milhões de euros anuais para Portugal.

“A exportação de produtos alimentares é um processo complexo que requer o estabelecimento de negociações demoradas com as autoridades competentes dos países de destino, com vista ao cumprimento de condições e requisitos fitossanitários ou sanitários quer pelos operadores económicos, quer pela autoridade competente nacional, na certificação dos produtos a serem exportados”, sublinhou o Ministério da Agricultura.

Adicionalmente, o Governo está a trabalhar na abertura de mais 59 mercados para a exportação de 271 produtos, dos quais 225 da área animal e 46 da área vegetal.

Comente este artigo

O artigo Produtores portugueses de peras e maçãs já podem exportar para a Indonésia foi publicado originalmente em Jornal de Negócios.

Anterior Incêndios: Tutela reitera que “não há exceções” para apresentação dos planos de defesa
Próximo Rui Rio afirma que houve descoordenação no combate em Vila de Rei, Mação e Sertã

Artigos relacionados

Dossiers

Los limones Verna se paga a la mitad de precio que el año anterior

[Fonte: Agropopular – Cotações]

Esta semana han comenzado a cotizar los limones verna Redrojo en Alicante, concretamente, los precios se han situado entre los 0,15 y 0,20 euros por kilo, según los datos facilitados por la consejería de Agricultura, […]

Últimas

Quer ter uma horta? A Agrobio vai a sua casa!

A Agrobio, Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, tem um novo serviço de criação de hortas caseiras na zona da grande Lisboa. Dada a dificuldade inicial da construção de uma horta, a associação criou uma modalidade que a compacta a criação da horta com formação personalizada e, […]

Eventos

Conferência Estratégia Nacional e Plano de Ação de Combate ao Desperdício Alimentar – 16 Outubro – Lisboa

CONVITE
No Dia Mundial da Alimentação, a Comissão Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar convida a estar presente na sessão pública de debate e divulgação de iniciativas da Estratégia Nacional e Plano de Ação de Combate ao Desperdício Alimentar.
A sessão decorre em Lisboa, no dia 16 de outubro, […]