Produtores de leite do distrito de Coimbra  reúnem com Lacticoop e reclamam subida do preço do leite na produção

Produtores de leite do distrito de Coimbra reúnem com Lacticoop e reclamam subida do preço do leite na produção

Uma delegação de produtores de leite da  ADACO – Associação Distrital dos Agricultores de  Coimbra reuniu ontem com a Direcção da Lacticoop em Aveiro, na sede desta.

A  ADACO  reclamou da Lacticoop:

– Que os preços pagos na produção entre os 28 e os 29 cêntimos/litro  são manifestamente insuficientes para os produtores sobreviverem; o preço justo será no mínimo 0,35 cêntimos/litro.

– Compromisso dos Delegados da Lacticoop em como votarão contra novas descidas no preço do leite propostas em futuras reuniões do Conselho de Administração da Lactogal;

– Que a Lactogal/e ou as suas 3 associadas implementem um sistema de controle da produção interna, idêntica á que existia até 2015  para as Quotas Leiteiras.

– Que a Lactogal corte em despesas  para que o litro de leite na produção seja mais alto; por exemplo um corte nos rendimentos escandalosos anuais que os  elementos do  Conselho de Administração da Lactogal recebem  desta empresa.

Em causa está a degradação do setor, com o abandono diário de produtores, face aos  baixos preços pagos aos produtores ; um rendimento manifestamente insuficiente face aos aumentos consecutivos dos encargos para os produtores.

Em resposta ás questões a direcção da Lacticoop informou:

– Que aumentou a partir de Setembro  de 2018  um cêntimo por litro de leite  aos seus produtores ( um vale de desconto na compra de produtos nas cooperativas associadas da Lacticcop) ;

– Que a curto prazo é possível um aumento do preço do leite na produção superior a 1 cêntimo/litro;

– A Lactogal diz que em 2015 implementou um sistema de controle de produção dos seus associados idêntico ao das quotas leiteiras;

– Quanto á questão dos rendimentos escandalosos dos elementos do Conselho de Administração da Lactogal,  e de  que os delegados da Lacticcop não votem futuramente eventuais propostas da Lactogal para a descida do preço do leite na produção, não obteve resposta .

– Quanto ás estatísticas nacionais de produtores de leite em atividade , segundo a Lacticoop elas estão erradas porque hoje há muitas sociedades com muitos produtores, e estas Sociedades não entram nas estatísticas. A Lacticcop tem poucos produtores e muitas sociedades.

– Que os consumidores portugueses pagam o preço mais baixo por litro de leite; por exemplo em Espanha o preço ao produtor é o mesmo e o preço no consumidor é 0,12 cêntimos mais caro que em Portugal. Se em Portugal se fizesse o mesmo os preços na produção subiriam.

A ADACO e os produtores de leite da região vão estar atentos á evolução da situação, e caso os interesses dos produtores não sejam salvaguardados, partirão para a luta pelos seus direitos.

Coimbra 2 de Outubro de 2018

Comente este artigo
Anterior ADPM e APROSERPA promovem sessões de apoio à internacionalização de PME’s
Próximo Ordem do Médicos Veterinários vai receber Medalha de Honra da Agricultura

Artigos relacionados

Últimas

Senda del Azar

Depois do enorme sucesso da primeira estreia do documentário “La Senda del Azar” e após vários pedidos, voltamos com uma transmissão. […]

Comunicados

Federação Agrícola dos Açores: Não existe antecipação de ajudas do posei aos agricultores

[Fonte: Federação Agrícola dos Açores]
A Federação Agrícola dos Açores informa que não existem pagamentos antecipados de ajudas do Posei aos agricultores no âmbito das ajudas à vaca leiteira, […]

Comunicados

CELPA desenvolve simuladores de produtividade e rentabilidade de eucaliptal com ISA e Faculdade de Ciências

A CELPA – Associação da Indústria Papeleira,  em conjunto  com o Centro de Estudos Florestais do Instituto Superior de Agronomia e a com Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa desenvolveram um produto – […]