Produtora do Dão inicia processo de reconversão em vinha biológica

Produtora do Dão inicia processo de reconversão em vinha biológica

A Caminhos Cruzados, produtor de vinhos do Dão, anunciou esta semana que arrancou com um processo de reconversão em vinha biológica com a casta Touriga Nacional. O processo de reconversão da vinha terá uma duração de três anos.

Lígia Santos, CEO da Caminhos Cruzados, explica que “este investimento surge naturalmente com o crescimento da empresa e escolhemos a vinha de Touriga Nacional, por ser também um símbolo do Dão, para dar início a este processo de transformação. Esta é uma mudança muito significativa para nós e apesar de pequena, marca o início de um caminho que queremos percorrer nos próximos anos, e preparar para as gerações vindouras! No ano em que nasce o primeiro elemento da próxima geração da Caminhos Cruzados, não há melhor presente do que dar os primeiros passos na preparação de um futuro mais duradouro e sustentável”.

No âmbito desta aposta, a empresa já plantou, num talhão com cerca de 1 hectare, 4200 videiras da casta Touriga Nacional, posicionadas a uma altitude de 470 m. A Caminhos Cruzados prevê uma produção de 5000 garrafas.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior IFD e Novo Banco assinam empréstimo de 40 milhões para financiar empresas portuguesas
Próximo ORO AGRI projeta crescimento recorde no Brasil

Artigos relacionados

Últimas

“É urgente mudar relação do Estado com as associações de bombeiros e produtores florestais”

Francisco Rego é o presidente do Observatório Técnico Independente, composto por dez técnicos que avaliam o sistema de Protecção Civil a pedido do Parlamento. […]

Sugeridas

Confagri propõe medida excecional de apoio ao reforço da mão-de-obra agrícola e da indústria agroalimentar

A CONFAGRI, antecipando os graves efeitos que a situação derivada da Pandemia COVID 19 poderá causar a todo o setor agroalimentar […]

Últimas

12.750 euros em ações da Sonae separam Elisa Ferreira da Comissão. Futura comissária vai vender os títulos

Elisa Ferreira ainda não tem luz verde do Parlamento Europeu para seguir para a sua audição e eventual aprovação para integrar a Comissão de Ursula von der Leyen. […]