Produção de cereja pode chegar às 19 mil toneladas. Crescimento de 10%

A produção global de cereja deverá situar-se em redor das 19 mil toneladas (10% acima da campanha anterior), sem registo de dificuldades de comercialização.

Estas são as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgadas hoje, 19 de Julho, no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019.

Condições meteorológicas favoráveis

Segundo os técnicos do INE, as condições meteorológicas ao longo do ciclo foram favoráveis ao desenvolvimento da cereja, tendo permitido que a maturação decorresse com normalidade, quer nas variedades precoces, quer nas mais tardias.

A precipitação registada na última semana de Junho na Cova da Beira e em Beira Douro e Távora prejudicou alguma produção, podendo ter potenciado o surgimento de situações de rachamento do fruto.

Junho muito frio

Explica o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019 que o mês de Junho caracterizou-se, em termos meteorológicos, como muito frio.

O valor médio da temperatura média do ar, 18,2ºC, foi inferior à normal 1971-2000 em 1,2ºC, tendo sido o Junho mais frio dos últimos 22 anos.

Quanto à precipitação, o mês classificou-se como normal. O valor médio da quantidade de precipitação (23,8mm) correspondeu a cerca de 74% da normal, ainda que com registos muito inferiores no interior do Baixo Alentejo e Algarve.

No final de Junho, e de acordo com o índice meteorológico de seca PDSI, mantém-se a situação de seca meteorológica do final do mês anterior: cerca de 98% do território encontra-se em seca meteorológica (igual valor em Maio), sendo que nas classes mais intensas (extrema e severa) encontra-se 33,9% do território (30,4% em Maio).

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Incêndios. Parlamento pede ao governo que simplifique o apoio às vítimas de Monchique, Silves, Portimão e Odemira
Próximo Confagri promove Colóquio “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo”

Artigos relacionados

Comunicados

ADP Fertilizantes no 10º Colóquio Nacional do Milho

A ADP Fertilizantes foi um dos patrocinadores do 10º Colóquio Nacional do Milho, promovido pela Associação Nacional dos Produtores de Milho e […]

Opinião

A ASAE, o Coronavírus e os Porcos: o Bom, o Mau e os Vilões – João Adrião

Como o peixe, também nós podemos morrer pela boca. Com efeito, muitos dos nossos problemas de saúde têm origem no nosso consumo alimentar: […]

Dossiers

Indemnizações de colheitas superaram prémio das seguradoras em 2018

As indemnizações pagas aos agricultores, em 2018, no âmbito do seguro de colheitas, superaram três vezes as de 2016, ultrapassando “claramente” o volume de prémios recebidos pelas seguradoras e gerando uma “exploração deficitária”, […]