Postos de vigia contra incêndios entram em funcionamento com 288 vigilantes

Postos de vigia contra incêndios entram em funcionamento com 288 vigilantes

Os 72 postos de vigia para prevenir e detetar incêndios vão entrar esta terça-feira em funcionamento com 288 vigilantes, segundo o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais deste ano.

Estes 72 postos fazem parte da Rede Nacional de Postos de Vigia e vão estar em funcionamento entre esta terça-feira e 6 de novembro durante 24 horas.

Nesta esta primeira fase, denominada rede primária, os postos são assegurados por 288 vigilantes.

A rede vai ser reforçada entre 1 de julho e 15 de outubro quando entra em funcionamento a rede secundária com um total de 228 postos de vigia e 912 vigilantes das florestas.

A Rede Nacional de Postos de Vigia, da responsabilidade da GNR, assegura em todo o continente as funções de deteção fixa de ocorrências de incêndios.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Anterior O fim das vacas?
Próximo La defensa de la agricultura y de la PAC cosecha consensos de cara a las elecciones europeas del 26M

Artigos relacionados

Nacional

Marcelo deixa aviso: avançar com regionalização pode ser “erro irreversível”

Presidente da República presidiu à sessão de abertura do XXIV congresso da ANMP

Anti-regionalista convicto, o Presidente da República foi nesta sexta-feira ao congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) avisar que começar já […]

Últimas

Ainda as chamas

Chovia imenso. Mal se via o horizonte naquele sábado de dezembro. A serra de Santa Justa, em Valongo, cobria-se de água, […]

Sugeridas

Espanha. Piores chuvas dos últimos 140 anos arruínam 300 mil hectares de cultivo

Chuvas torrenciais provocaram seis mortos, deixaram estradas e linhas ferroviárias intransitáveis e provocaram inundações nas regiões de Valência, Múrcia e Andaluzia. […]