Portugueses querem desenvolver massa com algas para combater diabetes, obesidade e hipertensão

Portugueses querem desenvolver massa com algas para combater diabetes, obesidade e hipertensão

Um grupo de investigadores do Instituto Politécnico de Coimbra, da Universidade de Aveiro e da empresa AlgaPlus estão a desenvolver uma massa com algas para combater a diabetes, a obesidade e a hipertensão.

De acordo com os responsáveis, “este projeto [HEPA – Healthier eating of pasta with algae] pretende estudar a inclusão de macroalgas marinhas portuguesas, com o objetivo de formular massas que possam potencialmente contribuir para a diminuição de diabetes, obesidade e hipertensão na população.”

Segundo os investigadores, “o estudo da incorporação de macroalgas em massas alimentícias para melhorar os benefícios nutricionais e de saúde destas, pode levar à produção industrial de um produto alimentar alternativo.”

Rui Costa, coordenador da investigação, explica que “a utilização de extratos permite aumentar a concentração de nutrientes/compostos bioativos adicionados ao alimento sem detrimento do seu odor ou sabor, existindo uma forte evidência de que a sua incorporação se reflete frequentemente num incremento das características nutricionais e bioativas dos mesmos”.

Para já, os investigadores estão a testar e a avaliar os benefícios para a saúde deste alimento, assim como a analisar o teor de nutrientes e da biodisponibilidade na massa elaborada com farinha de macroalgas e/ou extratos de macroalgas.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior VIII Encontro Nacional de Produtores de Mirtilo realiza-se este fim-de-semana
Próximo Presidente da CAP diz que apresentação do roteiro para a Neutralidade Carbónica foi “momento de propaganda política”

Artigos relacionados

Nacional

Terra Maronesa contrapõe reitor de Coimbra e garante produção amiga do ambiente

A Terra Maronesa enviou hoje uma carta aberta ao reitor Amílcar Falcão, após o anúncio da Universidade de Coimbra de eliminar a carne de vaca das cantinas a partir de janeiro de 2020. […]

Nacional

Grupo Amorim quer carga fiscal “aligeirada” para aumentar competitividade

Paula Amorim fala na importância de se “aligeirar” a carga fiscal em Portugal para permitir aos empresários serem “competitivos com outros mercados” […]

Eventos

ADIADO – Lisboa Workshop Microbioma – junho

É um dia internacional em que serão abordados os diferentes aspectos que afetam esse novo e imenso campo de investigação de microrganismos e sua […]