Portugal integra parceria para a Inovação e Investigação no Mediterrâneo

Portugal integra parceria para a Inovação e Investigação no Mediterrâneo

A Comissão Europeia apresentou esta semana uma proposta para a criação de uma parceria para a Investigação e Inovação na região do Mediterrâneo – a iniciativa PRIMA. O objetivo é promover o desenvolvimento de investigação conjunta que potencie a criação de novas soluções para a sustentabilidade da gestão dos recursos hídricos e alimentares.

De acordo com a Comissão Europeia, “nos últimos anos, o setor agrícola do Mediterrâneo tem sofrido sérios momentos de escassez de água e de diminuição da produção agrícola. Atualmente, 180 milhões de pessoas na bacia do Mediterrâneo são consideradas ‘pobres’ em água, ou seja, dispõe de menos de 1000 metros cúbicos por habitante e por ano de recursos hídricos renováveis.

Carlos Moedas, Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, explica que “o programa de investigação e inovação da UE é aberto ao mundo para que seja possível fazer face a desafios mundiais em conjunto. Esta parceria Euro-Mediterrânica é um excelente exemplo em que a troca de conhecimentos e investimento podem fazer uma enorme diferença. Trará água de boa qualidade e alimentos para a população, o que contribui para o crescimento das economias locais e irá criar novos postos de trabalho. Através do PRIMA, a investigação e a inovação irá ter um papel crucial na raiz de uma das causas de migração.”

A parceria vai arrancar com 14 países – Portugal, Chipre, República Checa, Egito, Espanha, França, Grécia, Israel, Itália, Líbano, Luxemburgo, Malta, Marrocos e Tunísia -, mas deverá ser alargada a outros países ao longo do tempo, contando para já com um financiamento de 400 milhões de euros.

A parceria encontra-se planeada para dez anos, com início em 2018, e será agora proposta ao Parlamento Europeu e ao Conselho da União Europeia para discussão política e aprovação legislativa.

O post Portugal integra parceria para a Inovação e Investigação no Mediterrâneo aparece primeiro no Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior MBIA – McDonald’s Business Initiative for Agriculture - 25 de Outubro, 2016
Próximo Plantas aromáticas e medicinais: espontâneas ou cultivadas?

Artigos relacionados

Nacional

Seca. Facilitado acesso de agricultores à água do Alqueva para gado e rega

A empresa gestora do Alqueva anunciou esta sexta-feira que vai facilitar o acesso de agricultores à água nas infraestruturas do empreendimento para abeberamento de gado e rega de emergência de culturas, […]

Últimas

Governo português apoia agricultura angolana

[Fonte: Portugal Governo]
«O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, participou hoje no Fórum Empresarial Angola-Portugal, […]

Últimas

Incêndios: Aldeias da serra d’Arga recebem no sábado meios para combater fogos

Em comunicado, o município liderado pelo socialista Miguel Alves informou hoje que “o acordo de cedência foi aprovado na última reunião do executivo e representa um investimento que ronda os 30 mil euros, […]