Portugal em segundo lugar no consumo de fruta na UE

Portugal em segundo lugar no consumo de fruta na UE

Portugal é o segundo país da União Europeia (UE) onde a população mais come fruta diariamente, ocupando também o quarto lugar no que toca ao consumo diário de legumes, acima da média comunitária.

Segundo divulgados pelo Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE, 81% da população portuguesa consome fruta todos os dias em 2017 (dados mais recentes), sendo apenas ultrapassada por Itália, onde este consumo diário rondava os 85%.

No que toca ao consumo de legumes, Portugal fica em quarto lugar (com 78% da população a fazê-lo diariamente), apenas atrás da Irlanda (84%), Bélgica (84%) e Itália (80%).

Em ambos os consumos, a média comunitária é de 64%.

Em sentido contrário, os países com menor consumo de fruta eram, em 2017, a Letónia (35%), a Bulgária e a Lituânia (ambos com 37%).

Já a Hungria (30%), a Roménia (41%) e a Letónia (44%) eram os que menos comiam legumes.

Em toda a UE, uma em cada quatro pessoas (27%) comia fruta duas vezes por dia em 2017, enquanto 37% da população comunitária o fazia uma vez por dia e a restante 36% o fazia com menor frequência, pelo menos uma vez por semana.

Em menor número, 23% da população da UE comia vegetais duas vezes por dia nesse ano, enquanto 40% o fazia uma vez também diariamente.

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Programa Simplex+ 2019 cria “Balcão Único da Vinha”
Próximo Governo alarga seguro vitícola de colheitas aos Açores e à Madeira

Artigos relacionados

Últimas

PMC explica a origem dos aromas dos vinhos


Os apreciadores e curiosos da cultura vinícola nacional têm vindo a crescer e, prova disso, está o também crescente número de mercados, […]

Últimas

Workshop Gestão e Transporte de Resíduos no Sector Agrícola – 14 de Novembro 2017 – Lisboa

Como deve ser feita a gestão e transporte dos resíduos agrícolas? Quais são as obrigações legais? Como as cumprir?
Para responder a questões relacionadas com as obrigações inerentes ao transporte e à gestão de resíduos agrícolas, […]

Últimas

Autarcas de Portugal e de Espanha preocupados com redução drástica do caudal do Tejo

Em comunicado enviado à agência Lusa, os autarcas de Castelo Branco, Vila Velha de Ródão e Idanha-a-Nova (Portugal) e de Cedillo, […]