Portugal aumenta as suas exportações de vinho e a melhor preço

Portugal aumenta as suas exportações de vinho e a melhor preço

[Fonte: MAFDR] As exportações nacionais de vinho cresceram, entre janeiro e julho deste ano, 2,5% em valor e 5% em preço médio. Este crescimento assinalável contribui com um aumento em mais de 11 milhões de euros (de 437 milhões para 448 milhões de euros no período homólogo) para o total das transações externas deste importante produto do setor agroalimentar português.

A performance do vinho português além-fronteiras mostra-se sólida e consistentemente positiva, graças ao elevado nível de desempenho dos produtores nacionais, e dos nossos enólogos, nomeadamente tendo em linha de conta que nos 25 principais mercados externos (intra ou extra comunitários), Portugal aumentou as suas vendas em 18 desses destinos por todo o mundo.

“A consistência no crescimento das exportações, em paralelo com o aumento do preço médio, é um dos objetivos prioritários traçados para o setor, com vista a reforçar a criação de valor em toda a cadeia e simultaneamente alavancar o posicionamento da marca Wines of Portugal nos diferentes mercados externos, para patamares de valor percebido mais elevados”, afirmou Luis Vieira, Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação.

O crescimento em valor verifica-se ainda no crescimento em mercados de maturidade (como são os destinos da Europa), em que o aumento do valor das exportações (com exceção da Bélgica e da Alemanha) mais que compensou a perda relativamente ao ano anterior.

As boas notícias surgem também dos mercados extracomunitários (países terceiros), tendo os produtores portugueses aumentado a exportação, neste período, em 6% em volume e 4% em valor. É ainda de realçar a recuperação do mercado angolano, com um aumento de 29% em valor e a manutenção do preço médio.

O Vinho do Porto regista uma performance extremamente positiva, tendo aumentado as exportações acumuladas em 3,2% no volume e em 6,3% no valor, com um aumento do preço médio em 2,9% (de 4,65 €/L para 4,79 €/L).

Comente este artigo
Anterior Esporão compra Quinta do Ameal
Próximo Pulverizadores: Inspeção obrigatória reduz para 3 anos

Artigos relacionados

Sugeridas

Comunicado Olivum – Associação de Olivicultores do Sul: apanha mecanizada noturna de azeitona

A OLIVUM, Associação de Olivicultores do Sul, tem-se mostrado sempre disponível para colaborar com todas as entidades públicas e privadas de forma a evitar a perturbação dos ecossistemas associados ao olival, […]

Comunicados

Boletim da ANPROMIS – Dezembro 2017

A Associação Nacional de Produtores de Milho e Sorgo disponiliza o boletim “Informação ANPROMIS” referente ao mês de Dezembro de 2017. […]

Últimas

Protocolo de Colaboração entre a Bolsa Nacional de Terras e a Bolsa de Terras de Vagos

[Fonte: GPP]
A Bolsa Nacional de Terras estabelece protocolo com a Bolsa de terras de Vagos, entre a Entidade Gestora da Bolsa de terras (DGADR) e o Município de Vagos, […]