Por esse amanhã, hoje, e sempre, #alimentequemoalimenta.

A nossa terra merece. Assim como os nossos produtos, que dela nascem, e as nossas pessoas, que nela trabalham. Hoje, é urgente que possamos dar a mão ao que é nosso, ao que sempre nos deu a mão. Amanhã, quando tudo ficar bem, graças a todas e a todos, a nossa terra permanecerá, assim como os nossos produtos, que dela nascem, e as nossas pessoas, que nela trabalham. Quanto a todas e a todos nós, continuaremos, certamente, de mãos dadas e, na nossa terra, nos nossos produtos e nas nossas pessoas, sentiremos, mais do que nunca, o nosso futuro, o futuro do nosso País, da nossa Europa, do nosso Mundo.

Por esse amanhã, hoje, e sempre, #alimentequemoalimenta.

Comente este artigo
Anterior Gama queijo São Jorge DOP conquistam medalha de ouro
Próximo Estudo | Arroz  Bt e milho Bt são inofensivos para insetos benéficos

Artigos relacionados

Últimas

Pedro Fevereiro: Laboratório Colaborativo em Elvas promete soluções para o grande problema da agricultura

Num contexto em que muitos dos pesticidas estão a ser retirados do mercado, criar alternativas é uma necessidade urgente. O novo […

Nacional

Municípios reclamam alterações na Proteção Civil para melhor articulação

A ANMP, reunida em congresso nacional, apresentou um relatório sobre o modelo de desenvolvimento para o país, onde defende que “se impõe” […]

Sugeridas

Principais resultados do Conselho (Agricultura e Pescas), 27 de janeiro de 2020

A transição para uma economia com impacto neutro no clima é um dos maiores desafios para a UE. Os agricultores e os pescadores […]