Penacova cria centro de soluções inovadoras para dinamizar turismo de natureza

Penacova cria centro de soluções inovadoras para dinamizar turismo de natureza

O município de Penacova quer dinamizar o turismo de natureza na região e apoiar o “desenvolvimento de soluções inovadoras” para o setor, através da criação do Centro de Inovação do Turismo de Natureza Km0.

“Dinamizar o turismo de natureza no município de Penacova, através do apoio a atividades que favorecem o aparecimento de soluções inovadoras capazes de explorar o potencial da região, é o principal objetivo do Km0”, que acaba de ser criado, anunciou esta sexta-feira a Câmara daquela vila do distrito de Coimbra, numa nota enviada à agência Lusa.

Com uma “estratégia de apoio ao empreendedorismo, à inovação tecnológica”, desde aplicações (app) ou sensores a disponibilização gratuita de dados (open data), e à “promoção de conhecimento científico”, em áreas como desporto, botânica, desenvolvimento sustentável e património, o centro de inovação “conta com o apoio do Instituto Pedro Nunes (IPN), da Universidade de Coimbra e de algumas startups tecnológicas” da região”, adianta a autarquia.

O Km0 pretende afirmar-se como um centro de inovação para “apoiar os negócios nascentes nesta área” e “permitir o acesso dessas empresas/projetos a tecnologias capazes de suportar a sua implementação”, sublinha o presidente da Câmara de Penacova, Humberto Oliveira, citado pela autarquia.

O centro também quer ser “ponto de ligação e mobilização do município”, criar “um acervo de conhecimento científico, técnico e legislativo”, e assumir-se como “a infraestrutura que possa servir de base para a exploração turística”, acrescenta o autarca socialista.

Assumindo o turismo enquanto eixo de desenvolvimento regional, os promotores do projeto apostam ainda no potencial da região para a prática e promoção do turismo de natureza.

A geografia do terreno permite que se realizem diversas atividades ligados ao turismo e desporto de natureza”, sustenta Humberto Oliveira, referindo que “em todo a vasta área do concelho existem circuitos pedestres, trilhos de ‘trail tuninng’ e BTT, todos devidamente homologados e sinalizados, que permitem descobrir vários recantos naturais”, tanto em espaços urbanos como rurais.

Penacova conjuga montanha e biodiversidade e os vales dos rios Mondego e Alva têm “condições privilegiadas para a prática dos desportos de natureza”, com destaque designadamente para “canoagem, slide, rappel, paintball, escalada, BTT e passeios pedestres”, conclui o autarca, recordando que o município dispõe de dois parques de campismo e de duas praias fluviais.

O Centro de Inovação do Turismo de Natureza “responde assim a uma das necessidades e estratégias apontadas pelo Plano Estratégico Nacional do Turismo”, que considera a natureza como um dos “dez produtos turísticos estratégicos” para o país, cujo crescimento anual previsto é de “05% nos próximos anos, fruto dos principais mercados emissores” a nível europeu (Alemanha, Reino Unido, Holanda, Escandinávia, França e Itália).

O Km0 é um dos 15 projetos contemplados com uma ‘bolsa de ignição’ do Inov C 2020, consórcio cofinanciado pelo Programa Operacional Centro 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, liderado pela Universidade de Coimbra e do qual fazem parte “dez parceiros nucleares”, entre as quais os institutos politécnicos de Coimbra, de Leiria e de Tomar, o IPN e os parques tecnológicos de Óbidos (Obitec) e do Vale do Tejo (TagusValley).

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Comente este artigo
Anterior Produtores de soja dos EUA em Portugal para estreitar relações comerciais
Próximo Empresa portuguesa em acelerador de startups da Alltech

Artigos relacionados

Nacional

Colômbia vai propor à ONU pacto regional de conservação da Amazónia

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, anunciou que irá entregar à ONU a proposta de um pacto regional de conservação da Amazónia, […]

Nacional

PS/Açores defende que União Europeia deve premiar práticas sustentáveis

O líder da bancada parlamentar do PS nos Açores, Francisco César, defendeu que a região tem de manter fundos comunitários que garantam a sustentabilidade da agricultura e das pescas e o crescimento da aposta em setores inovadores. […]

Últimas

Incêndios: Costa adverte que país vai enfrentar período difícil e pede prevenção

O primeiro-ministro advertiu hoje que o país entra agora na fase mais crítica de risco de incêndios e que se exige o máximo de prevenção, embora […]