“Pena de prisão para duas pessoas por tráfico de 14 quilos de haxixe” é a manchete do Açoriano Oriental

“Pena de prisão para duas pessoas por tráfico de 14 quilos de haxixe” é a manchete do Açoriano Oriental

[Fonte: Açoriano Oriental]

A condenação por tráfico de droga de dois homens a penas de sete e dois anos de prisão, por tentarem introduzir mais de 14 quilos de haxixe em São Miguel, está em destaque no Açoriano Oriental de terça-feira, 22 de janeiro de 2019.

O destaque fotográfico do jornal vai para as obras de 4,1 milhões de euros na Escola da Mãe de Deus, em Ponta Delgada, que irão demorar um ano e meio.

“2 milhões de euros (ME) para melhorar distribuição de água à agricultura” em São Miguel é outro destaque do jornal.

Comente este artigo

O artigo "Pena de prisão para duas pessoas por tráfico de 14 quilos de haxixe" é a manchete do Açoriano Oriental foi publicado originalmente em Açoriano Oriental.

Anterior Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 13 a 19 Novembro 2017
Próximo Crédito Agrícola é o Melhor Banco para o Desenvolvimento Agrícola em Portugal

Artigos relacionados

Eventos

IV Encontro MilkPoint Pequenos Ruminantes – 27 de Outubro 2017 – Elvas

Vai ser já no próximo dia 27 de Outubro, em Elvas, o IV Encontro MilkPoint dedicado ao setor dos Pequenos Ruminantes.
A Escola Superior Agrária de Elvas acolhe este IV Encontro, que tem como destinatários produtores e futuros produtores, técnicos e médicos veterinários e estudantes da área. […]

Nacional

Capoulas entrega 126 borregas de recria de raça Bordaleira a criadores da Serra da Estrela

[Fonte: Agricultura e Mar]
O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, desloca-se hoje, 17 de Julho, à sede da ANCOSE – Associação Nacional Criadores Ovinos Serra da Estrela, onde procederá à entrega de 126 borregas de recria, […]

Últimas

Há autarquias que continuam sem planos de defesa da floresta contra incêndios

[Fonte: Rádio Renascença]

Já foi aprovado, mas só no final do ano é que o Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios da Póvoa de Lanhoso deverá entrar em vigor. A autarquia culpa a burocracia inerente ao processo pela demora na implementação do plano que começou a ser revisto há […]