Pedrógão Grande já é o maior incêndio de sempre em Portugal

O EFFIS, do Centro de Investigação Comum da Comissão Europeia, que apresenta as áreas ardidas cartografadas em imagens de satélite (com uma resolução espacial de 250 metros), mostra que o incêndio que começou em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, e alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, tinha até hoje 25.969 hectares de área ardida.

Em 2016, o incêndio que começou em Arouca, no distrito de Aveiro, e evoluiu para o concelho de S. Pedro do Sul, em Viseu, consumiu 21.910 hectares e foi aquele que registou a maior área ardida no ano passado, segundo dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Os dados estimados nesta tragédia na vila de Pedrógão Grande ultrapassam os dos incêndios de 2012 em Tavira, e de 2003 na Chamusca, os dois maiores fogos até hoje em Portugal.

O fogo de Cachopo, em Tavira, em Julho de 2012, passa agora a ser o segundo maior, com 24.843 hectares de área ardida, seguido pelo de Ulme, na Chamusca, que destruiu 22.190 hectares.

O último balanço do fogo que começou no concelho de Pedrógão Grande dá conta de 63 mortos civis e 135 feridos.

Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

Este incêndio alastrou também para os distritos vizinhos de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã, e Coimbra, pelo município de Pampilhosa da Serra.

Segundo o EFFIS, que através de imagens de satélite contabiliza quase em tempo real a área ardida, o fogo no concelho da Pampilhosa da Serra consumiu 7.310 hectares, enquanto o incendio da Sertã tem 481 hectares de área ardida.

Comente este artigo
Anterior CNA reclama “medidas excecionais” para “situação excecional” em Pedrógão Grande
Próximo Adega Mayor premiada em vários concursos nacionais e internacionais

Artigos relacionados

Últimas

Manifestação dos afectados do Distrito de Coimbra  pelos prejuízos causados  pelos incêndios

O Governo anuncia publicamente milhões de ajuda para os lesados com prejuízos na agricultura causados pelos incêndios  entre  Julho e Outubro de 2017,  mas poucos se vão poder  candidatar.

As medidas anunciadas pelo Governo de apoio aos afectados, são uma forma encapotada das ajudas chegarem a muito poucos. […]

Nacional

Parceria com a Montaraz assegura carne DOP na Feira do Porco Alentejano de Ourique

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Município de Ourique e a ACPA – Associação de Criadores de Porco Alentejano continuam a preparar a XI Edição da Feira do Porco Alentejano, que decorrerá de 23 a 26 de Março, em Ourique. No quadro de valorização da fileira do porco alentejano e da melhoria constante do certame que suscita a visita de milhares de visitantes à […]

Nacional

Ameixa d’Elvas da Confibor ganha Ouro no Concurso Nacional de Doces de Fruta

[Fonte: Agricultura e Mar]
A Ameixa d’Elvas em calda, produzida pela empresa Confibor – Transformação Agro-Alimentar, de Estremoz, foi considerada a “Melhor dos Melhores” e arrebatou a Medalha de Ouro, no 6º Concurso Nacional de Doces de Fruta Tradicionais Portugueses. O prémio será […]