PDR2020: Operação 4.0.2 – Investimentos em Produtos Florestais Não Identificados como Agrícolas

PDR2020: Operação 4.0.2 – Investimentos em Produtos Florestais Não Identificados como Agrícolas

[Fonte: PDR2020 e MAFDR] Aberto de 31 de Maio de 2019 às 10:00 a 30 de Setembro de 2019 às 17:00

Esta operação prevê o apoio a investimentos que visam o aumento do valor dos produtos florestais através da:

  • Criação e modernização das empresas florestais;
  • Adaptação às exigências ambientais, de segurança e prevenção de riscos, participação dos produtores florestais, novos produtos, processos e tecnologias e processos de certificação, integração no mercado, numa gestão eficiente dos recursos, no uso de energias renováveis, desde que pelo menos 70% produção de energia seja para consumo próprio.

→ Consulte o anúncio ←

O Governo disponibilizou hoje um montante global de 5,5 milhões de euros para apoiar investimentos em tecnologia de colheita, mobilização, concentração, triagem, comercialização e primeira transformação de produtos florestais. O período de submissão de candidaturas decorre até 30 de agosto e estes apoios têm como objetivo reforçar a capacidade produtiva das pequenas e médias empresas do setor florestal e fomentar a modernização do tecido empresarial do setor florestal.

São elegíveis projetos que envolvam um custo entre 25.000 € e 4.000.000 € de investimento total, sendo que este limite máximo não se aplica às candidaturas apresentadas por Agrupamentos ou Organizações de Produtores Florestais (OPF) e Organizações de Comercialização de Produtos da Floresta (OCPF). O montante de apoio a conceder no âmbito deste anúncio é calculado com base nos investimentos elegíveis, apurados em sede de análise, nos seguintes termos:

a) Apoio não reembolsável até 1.000.000 € de investimento elegível;

b) Subvenção reembolsável para o restante investimento elegível.

São elegíveis projetos que se destinem a promover operações de abate, rechega, concentração, triagem e transporte de material lenhoso, incluindo a biomassa florestal e extração, recolha, armazenamento e transporte de resina, ou que promovam a primeira transformação da madeira, da biomassa florestal e da resina. O concurso abrange todo o território nacional e é admitida apenas uma candidatura por beneficiário.

Comente este artigo
Anterior GEOTA: “Obras como as barragens do Tâmega jamais deveriam entrar no categoria de ‘verdes'”
Próximo Fito-Entrevista a José Miguel Mulet no âmbito do Fórum Smart Farm 2019

Artigos relacionados

Comunicados

VITIS 2018/2019 – NOVA DATA PARA REGISTO DE ALTERAÇÕES DE CANDIDATURAS

[Fonte: IFAP]
VITIS 2018/2019 – NOVA DATA PARA REGISTO DE ALTERAÇÕES DE CANDIDATURAS
SUBMISSÃO DE ALTERAÇÃO DE CANDIDATURAS
Informa-se que a nova data para registo das alterações das candidaturas VITIS da campanha de 2018/2019 passa a ser 15 de junho de 2019, […]

Dossiers

Caravela-Portuguesa: Bloom a nível nacional

[Fonte: IPMA]
Caravela-Portuguesa: Bloom a nível nacional
2019-05-14 (IPMA)
A espécie Physalia physalis (Caravela-Portuguesa) está, de momento, a ocorrer em toda a costa Portuguesa, incluindo nos Açores e Madeira.
Entre as espécies que ocorrem em Portugal, a Caravela Portuguesa é […]

Sugeridas

Governo estende prazo para apoiar produtores florestais afetados pela tempestade Leslie

[Fonte: Observador]

O Governo estendeu o prazo para as candidaturas dos produtores florestais que pretendem receber apoios após os estragos causados pela tempestade Leslie. A data limite passou para 15 de abril.

As candidaturas para os produtores florestais poderem receber apoios do Estado devido aos estragos causados pela passagem da tempestade Leslie foram alargadas pelo Governo até ao próximo dia 15 de abril,  […]