Parlamento aprova fim dos plásticos na venda de pão, fruta e legumes

Parlamento aprova fim dos plásticos na venda de pão, fruta e legumes

[Fonte: Observador]

O Parlamento aprovou por unanimidade o projeto de lei de “Os Verdes” para proibir sacos de plástico ultraleves e cuvetes de esferovite no comércio de pão, fruta e legumes, em junho de 2020.

Parlamento aprovou esta quinta-feira por unanimidade, na generalidade, o projeto de lei de “Os Verdes” para proibir sacos de plástico ultraleves e cuvetes de esferovite no comércio de pão, fruta e legumes, em junho de 2020.

O diploma vai baixar agora à 11.ª comissão parlamentar (Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação) para discussão e eventuais alterações em sede de especialidade.

O projeto de lei determina a necessidade de alternativa à disponibilização de sacos de plástico ultraleves e de cuvetes em plástico nos pontos de venda de pão, frutas e legumes, ficando as superfícies comerciais sujeitas a contraordenações e respetivas coimas, a definir posteriormente pelo Governo, em caso de desrespeito.

Sob a mira de “Os Verdes” estão “sacos de plástico ultraleves — os sacos de plástico com espessura inferior a 15 mícron, disponibilizados como embalagem primária para pão, frutas e legumes a granel” e as “cuvetes — embalagem ou recipiente descartável, geralmente envolvido em plástico ou em poliestireno expandido (esferovite), destinado a agrupar ou acondicionar pão, frutas e legumes”.

Comente este artigo
Anterior Espectáculo único: Pomares de Maçã de Alcobaça já estão em flor!
Próximo Intervenção da ADACO permite que os Orizicultores possam fazer a sua sementeira a tempo e horas

Artigos relacionados

Blogs

Equipamentos de pulverização: o que mudou desde a inspeção periódica obrigatória?

O trabalho de alterar comportamentos e processos de trabalho na aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF) exige uma permanente comunicação […]

Sugeridas

Venda da madeira do Pinhal de Leiria já rendeu 13,6 milhões de euros

A venda de lenha do Pinhal de Leiria rendeu já 13,6 milhões de euros, segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), […]

Últimas

Mecanismo europeu de protecção civil reforça meios aéreos

A compra das duas novas aeronaves de combate a incêndios foi efectuada pelo governo sueco, com recurso a financiamento da União Europeia. […]