Pagamento do Pedido Único 2019 começa em Outubro

Pagamento do Pedido Único 2019 começa em Outubro

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Os primeiros pagamentos da campanha 2019 – continente – estão previstos para 31 de Outubro, conforme calendário indicativo divulgado pelo IFAP.

Confira o quadro dos pagamentos previstos para o mês de Outubro, no âmbito do Pedido Único 2019:

QCA I – MEDIDAS FLORESTAIS DO R.2328/91 – PRÉMIO POR PERDA DE RENDIMENTO 100%
M7.1 AGRICULTURA BIOLÓGICA 75%
M7.2 PRODUÇÃO INTEGRADA 75%
M7.4 CONSERVAÇÃO DO SOLO 75%
M7.6 CULTURAS PERMANENTES TRADICIONAIS 75%
M9 MANUTENÇÃO DA ACTIVIDADE AGRÍCOLA EM ZONAS DESFAVORECIDAS 75%
REGIME DE PAGAMENTO BASE * 70%
PAGAMENTO PARA OS JOVENS AGRICULTORES * 70%
REGIME DA PEQUENA AGRICULTURA * 70%
PAGAMENTO ESPECÍFICO POR SUPERFÍCIE AO ARROZ * 70%
PAGAMENTO ESPECÍFICO POR SUPERFÍCIE AO TOMATE PARA TRANSFORMAÇÃO * 70%
PRÉMIO POR OVELHA E CABRA * 70%
PRÉMIO POR VACA LEITEIRA * 70%
PRÉMIO POR VACA EM ALEITAMENTO * 70%

*Percentagem de adiantamento aguarda aprovação da Comissão Europeia

No dia 30 de Setembro está previsto o pagamento, a 100%, do Reembolso da Disciplina Financeira, relativo ao Pedido Único 2018.

Comente este artigo

O artigo Pagamento do Pedido Único 2019 começa em Outubro foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Anterior The Navigator apoia iniciativa “Vindimas 2019” do Instituto Superior de Agronomia
Próximo Dona Uva com acção publicitária em outdoors

Artigos relacionados

Nacional

Produção industrial de biopetróleo poderá começar daqui a três anos em Oliveira do Hospital


A primeira unidade no mundo de produção industrial de biopetróleo poderá estar a funcionar dentro de cerca de três anos, admitiu ontem João Nunes, diretor do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, de Oliveira do Hospital.
A pré-candidatura a fundos comunitários do projeto de demonstração industrial de produção de biocombustível já foi aprovada pela Comissão Europeia, […]

Nacional

Autarca de Celorico de Basto quer embargar três barragens do Tâmega

[Fonte: Público]

Uma das zonas de Celorico de Basto que seria afectada caso avançasse a construção da barragem do Fridão

O presidente da Câmara de Celorico de Basto afirmou esta terça-feira que, perante o cancelamento da barragem de Fridão, “tudo fará” para “embargar” as três barragens a montante e evitar um “drama colossal” no rio Tâmega e no concelho. […]