Os sistemas agrícolas e florestais mistos têm muitas vantagens

Os sistemas agrícolas e florestais mistos têm muitas vantagens

Iniciou a 01 de outubro de 2020 um novo grande projeto do programa H2020, o MIXED – Multi-actor and transdisciplinary development of efficient and resilient MIXED farming and agroforestry-systems.

O MIXED é um projeto liderado pela Universidade de Aarhus, na Dinamarca, e pelo International Centre for Research in Organic Food Systems (ICROFS), constituído por 19 parceiros, de 10 países diferentes da UE, entre os quais a CONSULAI, que irão explorar diferentes tipos de sistemas agroflorestais mistos, onde se inclui o Montado em Portugal.

Em vez de avançar para um grau de especialização mais elevado, este novo grande projeto tem como grande objetivo perceber os benefícios deste tipo de sistemas tanto em termos de sustentabilidade em geral, como resistência às alterações climáticas, melhor utilização dos nutrientes e biodiversidade, aumentando no geral a eficiência das explorações agrícolas.

Este projeto tem um orçamento total de 7 milhões de euros e terá uma duração de 4 anos, onde estarão em foco soluções inovadoras para os sistemas agroflorestais mistos. Em Portugal, o projeto é implementado pela CONSULAI em colaboração com o Instituto Superior de Agronomia (ISA).

“Vivemos num mundo dinâmico, confrontados com as alterações climáticas e grandes mudanças nas políticas agrícolas e condições-quadro. Problemas graves são causados por estas mudanças, se não tivermos sistemas de produção agrícola robustos e resilientes. Por conseguinte, tentaremos desenvolver sistemas que sejam simultaneamente economicamente eficientes com produtos competitivos de alta qualidade, e simultaneamente resilientes às mudanças e eficientes no cumprimento dos objetivos climáticos e ambientais” diz o Professor Tommy Dalgaard, o Coordenador do Projeto da Universidade de Aarhus. “A nossa hipótese é que os sistemas com sistemas de produção mistos são frequentemente tanto economicamente eficientes como sustentáveis em termos de clima e de ambiente. Eles são mais adaptáveis à mudança. E é isso que nós, juntamente com os nossos muitos parceiros, iremos investigar com mais detalhe neste projeto”, diz Tommy Dalgaard.

Lise Andreasen do ICROFS estará a ajudar na coordenação diária do projeto e explica: “Em grandes partes da Europa, a monocultura é generalizada. Na Dinamarca, existem, por exemplo, áreas com elevada densidade pecuária, que podem resultar na acumulação de nutrientes que podem danificar o ambiente e poluir os nossos recursos hídricos. Nos sistemas agrícolas e agroflorestais mistos, o objetivo é melhorar vários parâmetros ao mesmo tempo, tais como biodiversidade, clima, e sustentabilidade em geral. Por exemplo, vemos um interesse crescente em várias formas de agroflorestação na Dinamarca, tanto devido ao aumento do sequestro de carbono como devido a um efeito sobre a biodiversidade”.

Durante os quatro anos de duração do projeto, o objetivo é desenvolver muitas redes diferentes em toda a Europa, alcançando diferentes sistemas agrícolas e agroflorestais mistos. Para além da aprendizagem entre os parceiros, será também criada uma base de conhecimento científico sobre os vários métodos e sistemas que podem ajudar a desenvolver o sector agrícola europeu numa direção sustentável.

Assim, o MIXED é um projeto multi-actores para impulsionar o desenvolvimento de Sistemas Agrícolas e Agroflorestais Mistos Europeus (MiFAS) que visam optimizer a eficiência e utilização de recursos, reduzir as emissões de GEE e mostrar maior resiliência às alterações climáticas, considerando vantagens e limitações agronómicas, técnicas, ambientais, económicas e sociais. O projeto irá, através de um processo participativo e transdisciplinar, desenvolver, melhorar e implementar MiFAS eficientes e resilientes em colaboração entre redes de agricultores biológicos e convencionais, consultores, investigadores e outros agentes da cadeia de valor.

Para mais informações, consulte o website do projeto

Comente este artigo
Anterior Smurfit Kappa lança alternativa sustentável para produtores de bananas
Próximo Conferência Pública "Plantas em Risco de Extinção: A Lista Vermelha da Flora Vascular de Portugal Continental" - 13 de outubro - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

Fogo em Sobral do Campo reativou, 243 operacionais e nove meios aéreos mobilizados

O incêndio que deflagrou na quarta-feira à tarde perto de Sobral do Campo, concelho de Castelo Branco, reativou esta quinta-feira às 15h31 e está […]

Notícias cadeia alimentar

Estudo reflete sobre o cumprimento das estratégias europeias no setor agrícola e agroalimentar

O Research 4 AGRI Committee, do Parlamento Europeu, publicou o estudo intitulado “O Pacto Ecológico Europeu e a PAC: implicações políticas para adaptar as práticas agrícolas e para […]