Os próximos dias – Henrique Pereira dos Santos

Os próximos dias – Henrique Pereira dos Santos

No pressuposto de que as previsões meteorológicas se verificam, parece-me que os próximos dias podem ter alguns fogos de alguma dimensão, alguma complicação aqui e ali, mas não estão previstas condições verdadeiramente dramáticas.

É verdade que há temperaturas altas, mas a humidade e o vento são muito mais importantes na criação de condições para fogos dramáticos. Se é verdade que a humidade é bastante baixa em muitos dias, aparentemente à noite recupera e o vento será de maneira geral fraco.

Seria uma boa situação para ensaiar uma doutrina de combate que nos permitisse ir criando imunidade contra os mega incêndios: deixar arder o que não são povoamentos florestais, infraestruturas, casas e instalações de valor económico, e melhorando a capacidade de preparar a paragem do fogo onde queremos, protegendos os usos vulneráveis, isto é, os usos que não sendo forçosamente aqueles em que o fogo lavra mais facilmente, são aqueles em que os efeitos negativos do fogo são mais expressivos.

Pelo contrário se continuarmos com a doutrina de apagar os fogos o mais rapidamente possível, logo que eles são detectados, com o objectivo de quebrar as cadeias de contágio do fogo, mais ou menos como se fôssemos atrás das ignições e não dos prejuízos causados pelo fogo, o resultado só pode ser o que tem sido nos últimos anos: um território em que as cadeias de contágio do fogo são tão poderosas que quaisquer condições favoráveis ao fogo dão origem a mega incêndios dramáticos e socialmente desastrosos, para além de um permanente credo na boca de cada vez que há uma ignição, e haverá sempre ignições.

Finalmente escrevi um post que não é sobre a epidemia, já tinha saudades.

O artigo foi publicado originalmente em Corta-fitas.

Comente este artigo
Anterior Previsão do tempo para a semana 05-11 Julho.
Próximo E se o frango e os ovos faltassem nos supermercados? - 9 de julho

Artigos relacionados

Últimas

Jungheinrich lança novo modelo do order picker EKM 202

A Jungheinrich AG lançou a última geração do seu order picker EKM 202. Com o dobro da capacidade, relativamente ao modelo anterior, […]

Sugeridas

PCP quer água gerida pelas associações de regantes e barragens prometidas construídas

[Fonte: Publico]

Comunistas defendem construção de algumas das albufeiras que o actual Governo suspendeu e uma rede de transvases entre barragens para evitar o transporte por autotanques, […]

Últimas

Alentejo já tem 5 barragens abaixo dos 50% de água armazenada

[Fonte: Rádio Campanário] No último dia do mês de maio de 2019 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se um aumento do volume armazenado em 4 bacias hidrográficas e uma descida em 8, […]