Opinião: Cercados pelo fogo

Opinião: Cercados pelo fogo

 

João Vaz

A cena passou-se no Saltadouro, zona arborizada de Tavarede, durante o último grande incêndio florestal no concelho da Figueira, foi em 2005. As chamas aproximavam se de uma casa cercada de mato e pinheiros. À volta da casa, uma infinidade de materiais combustíveis (plásticos, veículos) e botijas de gás. Os habitantes da casa estavam de “cabeça perdida”, sem saber o que fazer. Felizmente, os bombeiros chegaram a tempo de apagar as chamas que se aproximavam.

Nessa altura, apercebi-me que as pessoas que moram nesta situação, rodeadas de floresta, não estão informadas nem preparadas para uma situação de incêndio. Nunca ninguém lhes ensinou o que fazer em caso de incêndio, não têm um plano básico de emergência. Será que hoje estamos mais bem preparados e as populações mais vulneráveis tiveram formação? Ou continua tudo na mesma?

O professor Xavier Viegas (Universidade de Coimbra) faz investigação sobre incêndios florestais. Escreveu o livro “Cercados pelo fogo”, que conta a trágica “história” das pessoas, entre bombeiros e populares, que sucumbiram durante incêndios florestais. Impressiona a quantidade de gente que morreu por não saber o que fazer em caso de incêndio. “Permanecer dentro de casa é sempre a melhor opção. Janelas e portas fechadas.”

Termino com uma nota positiva: “As alterações propostas pelos munícipes para as zonas abrangidas pela Carta de Incêndios foram todas rejeitadas”, na revisão do PDM. Haja bom senso!

Comente este artigo
Anterior La ola calor da “alegría” a la producción y venta de sandía y melón
Próximo Workshop "agroalimentar - desafios para criação de valor" - 05 de Julho - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

Incêndio já queimou 40 hectares em parque natural da Galiza

[Fonte: Rádio Renascença]

Um incêndio florestal ativo está a lavrar no parque natural de Xurés, no sul de Ourense, tendo já queimado 40 hectares de floresta, segundo as estimativas iniciais do Ministério do Meio Rural.
O incêndio, que começou minutos antes da meia-noite de sábado, […]

Nacional

Tribunal de Contas aponta falhas na avaliação e baixa execução de fundos ambientais


Lisboa, 15 fev (Lusa) – O Tribunal de Contas criticou hoje o desempenho do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas nas avaliações que visam otimizar a afetação de recursos de alguns fundos da área ambiental, assim como a sua baixa execução.
O Tribunal de Contas analisou a ação do Fundo Florestal Permanente (FFP), […]

Últimas

eSpai Café abre wine bar em parceria com a Sogrape

O restaurante eSpai Café, localizado em Lisboa, conta agora com espaço totalmente dedicado à degustação de vinhos fruto de uma parceria com a Sogrape.
Numa nota enviada às redações, os responsáveis pelo espaço explicam que nesta zona será possível “provar os diversos vinhos ali presentes”, assim como “acompanhar e harmonizar com tapas feitas na hora.”
A gama de vinhos disponível inclui vários vinhos do portfólio Sogrape, […]