OliValpaços – Feira Nacional de Olivicultura: DRAP Norte anuncia candidatura a projecto de regadio

[Fonte: Agricultura e Mar]

A OliValpaços – Feira Nacional de Olivicultura realizou-se no passado fim-de-semana, de 31 de Maio, 1 e 2 de Junho, no Pavilhão Multiusos de Valpaços pela segunda vez a cidade. E foi palco do anúncio de uma candidatura a investimentos no regadio na região.

“A Câmara Municipal de Valpaços, em parceria com a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte [DRAP Norte], vai avançar com uma candidatura, até ao dia 31 de Julho, e estamos com toda a esperança de que esse projecto venha aprovado e que a produção de azeite neste concelho ainda consiga ser cada vez maior”, disse a Directora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves.

Acrescentou aquela responsável que “no fundo o que é extremamente necessário conseguir aqui para Valpaços é sem dúvida a questão do regadio e da rega do olival. Portanto, aquilo em que neste momento estamos empenhados, e o senhor ministro [da Agricultura] está muito empenhado, é obviamente apoiar a questão do regadio”.

Numa organização conjunta entre a Câmara Municipal de Valpaços, a Cooperativa de Olivicultores de Valpaços, o CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, a AOTAD – Associação dos Olivicultores de Trás-Os-Montes e Alto Douro e a CAP – Confederação de Agricultores de Portugal, a II Olivalpaços, uniu objectivos em comum e promoveu as potencialidades olivícolas, oleícolas e agro-alimentares da região e do País, num evento que contou na cerimónia de abertura oficial com Directora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves.

Inovação no azeite

Foram colocados à disposição dos empresários tecnologias e sistemas inovadores ligados ao sector do azeite, nomeadamente pela participação de empresas/instituições de impacto nacional, explica fonte institucional da autarquia de Valpaços, presidida por Amílcar Castro de Almeida.

A organização teve como objectivo desenvolver actividades que contribuam para atrair um maior número de visitantes e para o desenvolvimento turístico do concelho de Valpaços, com a actuação de bandas e grupos musicais locais, actividades para os mais novos, entre outras.

Entre Moura e Valpaços

A Feira Nacional de Olivicultura é o certame de maior tradição e antiguidade no sector e conta já com mais de duas décadas. Realiza-se anualmente, entre as cidades de Moura e Valpaços, e constitui o ponto de encontro da produção nacional de Azeite.

A OliValpaços, durante três dias, pôs em destaque a segunda produção agrícola com maior peso na economia transmontana, a seguir ao vinho, e que movimenta anualmente um valor bruto de 30 milhões de euros.

No concelho de Valpaços, a produção média anual de azeitona é de 11 mil toneladas, dos quais se extraem cerca de dois milhões de litros de azeite.

“A quantidade de azeite produzido e a qualidade comprovada com a obtenção de inúmeros prémios a nível nacional e mundial, fizeram de Valpaços um lugar de eleição para a realização bianual desta Feira Nacional de Olivicultura”, salienta a mesma fonte autárquica.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo OliValpaços – Feira Nacional de Olivicultura: DRAP Norte anuncia candidatura a projecto de regadio foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Alustrel: Feira do Campo Alentejano arranca com debate sobre cultura de cannabis
Próximo Genética das plantas esconde segredos para "adaptação aos cenários do futuro"

Artigos relacionados

Nacional

Sequenciação do genoma do abacate pode salvar produção do fruto apetecido

[Fonte: Público]

Seja à mesa, seja na cosmética, o abacate tem hoje, no mundo inteiro, uma legião de fãs a estimularem uma procura maior do que a oferta, levando à inflação do seu preço: no México, no início de Julho, o preço da caixa de abacate com dez quilos atingiu um novo máximo (650 pesos, […]

Últimas

Chegou o Tinder para o gado

[Fonte: Sábado]
Uma aplicação inspirada no Tinder vai ajudar agricultores a arranjar possíveis parceiros para o seu gado. Lançada no Dia dos Namorados, chama-se Tudder e permite aos agricultores fazer um swipe right (arrastar para a direita) quando gostam do aspeto de algum animal. […]

Últimas

Arderam 75.264 hectares este ano, a maior área da última década

Os incêndios florestais já consumiram este ano 75.264 hectares de florestas, a maior área ardida da última década, anunciou esta terça-feira a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), informando que já foram detidas 64 pessoas desde janeiro.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_6 span,#wpdevar_comment_6 iframe{width:100% !important;} […]