Oliana a variedade do Azeite Biodinâmico

Oliana a variedade do Azeite Biodinâmico

“A agricultura biodinâmica vai além dos métodos difundidos, pois proíbe o uso de tratamentos com produtos químicos sintéticos e presta muita atenção a outras questões, como a origem dos fertilizantes.” – Massimiliano D’Addario, Marina Palusc

Como poderia descrever o modo de produçao Biodinamico , compassos e variedades mais indicadas?

Nós desenvolvemos o modo de produção biológica e biodinâmica e o nosso interesse não é a máxima produção mas sim procurar o máximo equilíbrio entre os elementos da natureza, a máxima qualidade dos azeites e o maior respeito meio ambiental. Queremos que as árvores plantadas estejam nas melhores condições e em equilíbrio com o ecossistema, por isso fazemos linhas de árvores com ruas mais amplas para aproveitar melhor a luz de sol e os recursos hídricos, espaços onde semeamos uma cobertura vegetal com sementes nativas selecionadas que fixam os nutrientes ao solo e que atraem uma fauna benéfica que faz com que as árvores sejam menos afetadas com doenças. Também plantamos arbustos à volta da propriedade que têm um duplo objetivo: proteger o vento e possíveis derivas tóxicas vindas de propriedades colidintes com a nossa e atrair insetos para que possam circular pela auto-estrada da biodiversidade que é a nossa exploração.

Em relação ao compasso ao ser em modo biodinâmico temos um compasso bastante amplo mas em sebe para permitir a máxima mecanização, tendo no nosso caso optado por 5×1,5 já que o nosso objectivo é duplo: trabalhar em modo biodinâmico mas com a máxima mecanização. Em relação à variedade que utilizamos e que achamos ideal para este tido biodinâmico é a Oliana, por se adaptar muito bem a mecanização e ao nosso modo de produção.

Com as condições edafoclimáticas que têm na sua zona, que vantagens tem a Olinana em relação às outras variedades?

A sua precocidade em entrada em produção assim como a sua produtividade e uma colheita mais tardia que nos permite escalonar a colheita relativamente à sua maturação.
A tolerância da oliana a pragas e doenças é sem dúvida uma das suas grandes vantagens que faz dele a variedade ideal para o biodinâmico mecanizado, na realidade da nossa exploração tratamos a Oliana exclusivamente com luta biológica. Em relação à arbequina suporta bastante melhor as amplitudes térmicas, na nossa zona temos verões bastantes quentes e invernos muito rigorosos, relativamente à arbosana é bastante mais tolerante a doenças.

Agronomicamente, como descreve as características da Oliana?

A variedade Oliana é um cruzamento entre Arbequina e Arbosana, têm menos vigor que os seus pais e entra antes em produção, destacaria como principais características:
– Menor vigor
– Vantagem natural: facilidade na poda de renovação
– Elevada produtividade e excepcional produtividade
– Época de maturação tardia, entre a Arbequina e Arbosana

Nós fizemos a primeira plantação em 2014 e ficámos surpreendidos com a rápida entrada em produção em 2016, oferecendo um tamanho pequeno similar ao dos seus parentais e dando um azeite equilibrado e harmonioso a nível aromático.

Organolépticamente como é o azeite Biodinamico de Oliana

O AOVE Ecológico e Biodinâmico de Oliana do Cortijo el Puerto são: frutado de azeitonas verdes, com uns toques maduros de intensidade media, aroma a erva fresca. Na boca é doce, sem amargor e com um ligeiro picante. Muito equilibrado, complexo e com harmonia entre os aromas.

Qual é o mercado ideal que pode ocupar o azeite Biodinamico de Oliana.

Comprovamos que é um azeite muito procurado no norte de Espanha e na Europa , o azeite Biodinámico de Oliana é sempre o primeiro a esgotar dentro da nossa gama de azeites , pensamos que dentro de pouco tempo vai ser um verdadeiro “Best Seller” a nível mundial.

A variedade Oliana ecológica e Biodinâmica desde o seu lançamento já recebeu mais de 25 prémios internacionais .

2020

  • BIOL 2019, Italia, ExtraGold Medal
  • Los Ángeles International EVOO 2020. Estados Unidos, Bronze Medal
  • GUÍA IBEROLEUM, España, TOP 100
  • LEONE DE ORO, Italia, Selezione Leone

2019

  • EVO IOOC 2019, Italia, Gold Medal
  • BIOL 2019, Italia, Gold Medal
  • AVPA Paris Oleo 2019, Francia, Gourmet Argent
  • L’Orciolo d’Oro 2019, Italia, 1° Classified and Great Mention
  • Athena IOOC 2019, Grecia, Gold Medal

2018

  • Athena IOOC 2018,Grecia,Gold Medal
  • AVPA Paris Oleo 2018, Francia, Gourmet Argent
  • EVO IOOC 2018, Italia, Gold Medal
  • L´Orciolo d´Oro 2018, Italia, Gran Menzione
  • Los Angeles International EVOO 2018. Estados Unidos, Best Of Class and Gold Medal
  • New York Olive Oil 2018, Estados Unidos, Gold Medal
  • OLIVINUS 2018, Argentina, Gran Prestigio Oro
  • TERRAOLIVO 2018, Israel, Prestige Gold

2017

  • OLIVINUS IOOC 2017, Argentina, Prestigio Oro
  • TERRAOLIVO 2017, Israel, Gran Prestige Gold and Best Packaging Design
  • New York Olive Oil 2017, Estados Unidos, Silver Medal
  • Los Angeles International EVOO 2017, Estados Unidos, Bronze Medal
  • Olive Japan 2017, Japón, Silver Medal
  • AVPA Oleo 2017, Francia, Diplôme Gourmet

Entrevista Enrique de la Torre Liébana Consejero Delegado de IngeOliva

Comente este artigo
Anterior Covid-19. Toneladas de alimentos estão a ser deitados ao lixo. E nem a cerveja escapa
Próximo Agricultura quer antecipar 85 milhões de verbas da UE

Artigos relacionados

Notícias florestas

Industriais da madeira e mobiliário “chocados” com hipótese de “taxa das celuloses”

O presidente da Associação das Industrias da Madeira e Mobiliário diz que a designação “taxa das celuloses” não passa de uma acção […]

Últimas

Insetos comestíveis: Mercado de milhões à prova em Carcavelos

Dia Mundial do Inseto Comestível é assinalado este sábado com uma conferência na Nova School of Business and Economics Carcavelos e uma sessão de degustação com sobremesas e entradas de insetos da autoria do chef Chakall
A Portugal Insect – […]

Nacional

Quem quer vai, quem não quer manda

[Fonte: Público]

O Estado resolveu mandar os proprietários fazer o que convinha ao Estado, dizendo que estava a fazer a reforma de uma floresta que não lhe pertence. […]