Oferta de emprego – Engenheiro Agrónomo ou Florestal – Lisboa

Oferta de emprego – Engenheiro Agrónomo ou Florestal – Lisboa

Somos uma empresa com larga experiência na conceção, construção e manutenção de espaços verdes, equipamentos desportivos e de lazer. Estamos à procura de um/a Engº/Engª Florestal ou Agronómo/a, para integrar a nossa equipa.

A pessoa seleccionada será responsavel pela preparação de propostas e pelo controlo de alguns contratos, incluindo a gestão de recursos e articulação com o cliente. Será igualmente co-responsável, juntamente com outros elementos da equipa, pelo sistema de qualidade integrada, com outros referenciais que a empresa detém.

Requisitos:

Licenciatura em Engenharia Agrónoma ou Florestal;
Dinamismo, versatilidade e produtividade;
Boa capacidade de organização;
Capacidade de liderança, incluindo organização e gestão de equipas;
Capacidade de resolução de problemas;
Boa capacidade de comunicação com o cliente;
Carta de condução;

Para admissão imediata.

Pff envie o seu CV e carta de apresentação para [email protected]

O artigo foi publicado originalmente em Net-Empregos.

Comente este artigo
Anterior APROLEP - 10 anos a defender o leite português
Próximo Peste Suína Africana - Medidas de prevenção

Artigos relacionados

Dossiers

Vasco Cordeiro diz que seria “incompreensível” se POSEI fosse menor no quadro 2021-2027

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, definiu hoje como “incompreensível” uma eventual redução do programa de apoio comunitário à agricultura da região, lembrando o […]

Últimas

Governo admite “novos ajustes” na gestão florestal devido à covid-19

O modelo de prevenção e combate aos incêndios florestais pode sofrer “novos ajustes”, à medida da evolução da pandemia da covid-19, disse hoje […]

Últimas

FENAZEITES realizou debate com olivicultores sobre futuro do sector

A FENAZEITES – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores realizou, na passada sexta-feira, um encontro com as Cooperativas Olivícolas em Trás-os-Montes para discutir o futuro do setor perante a ameaça da Xylella fastidiosa e as alterações no regime contributivo dos trabalhadores independentes. […]