Odemira. Cerca sanitária com repercussões negativas no setor agrícola

Odemira. Cerca sanitária com repercussões negativas no setor agrícola

A cerca sanitária em Odemira está a ter repercussões negativas no setor agrícola da região. A Confederação de Agricultores de Portugal fala em prejuízos de cerca seis milhões de euros. Já o desperdício alimentar é de 1.600 toneladas só numa semana.

O artigo foi publicado originalmente em RTP.

Comente este artigo
Anterior "Não há portugueses quase a trabalhar nesta agricultura, ninguém quer ser escravo na sua terra"
Próximo "Recuperação e Resiliência rimam com Agricultura”, afirma João Castro

Artigos relacionados

Últimas

Moçambique. Banco Africano de Desenvolvimento apoia projetos de agricultura

O Governo moçambicano canalizou, na última década, o equivalente a cerca de 105 milhões de euros do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para projetos de agricultura e desenvolvimento rural, […]

Eventos

Workshop digital: A observação da terra e as parcerias locais para o controlo de agentes bióticos na floresta – 27 de maio

No próximo dia 27 de maio de 2021, decorre o Workhop “A observação da terra e as parcerias locais para o controlo de agentes bióticos na floresta”. […]

Últimas

Mau tempo: PSD reivindica calamidade para prejuízos provocados na Cova da Beira

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Comissão Distrital de Castelo Branco do PSD defende que esse instrumento deve ser acionado no “menor espaço possível de tempo” […]