O processamento de cenoura na rede de Centros de Abastecimento

O processamento de cenoura na rede de Centros de Abastecimento

Muitas pessoas lembrar-se-ão provavelmente ainda dos tempos em que a cenoura produzida nos campos madeirenses era lavada na água que corria nas margens das estradas e caminhos, logo após a colheita, antes de ser colocada à venda nos mercados do Funchal e de toda a ilha.

processamento cenoura 3
Embalamento e pesagem da cenoura

Este cenário, que hoje é não só impensável, como também incompatível com as regras e normas da Segurança Alimentar, apenas se alterou com a entrada em funcionamento dos Centros de Abastecimento (CA), construídos de forma estratégica na proximidade das zonas com maior aptidão edafoclimática e tradição na cultura da cenoura.

O primeiro CA, a entrar em funcionamento foi o CAPRA – Centro de Abastecimento Hortofrutícola dos Prazeres, no concelho da Calheta, no ano de 1999, logo seguido pelo Centro de Abastecimento Hortícola da Santa – CASA, no concelho e freguesia do Porto Moniz, no ano de 2000, e, por último, o Centro de Abastecimento Hortícola dos Canhas – CANHAS, no ano de 2005.

processamento cenoura 2
Calibragem da cenoura

Estas são as três infraestruturas da Rede CA que estão equipadas com linhas de processamento mecânico que permitem valorizar a cenoura produzida na ilha da Madeira, através da lavagem, calibração e embalamento, de acordo com as normas de comercialização estabelecidas.

No quadro seguinte, indicamos o universo de produtores de cenoura e o volume de cenoura processada nos três Centros de Abastecimento, no passado ano de 2020:
processamento cenoura TABELA
Para que se tenha noção da importância da Rede CA, podemos, com segurança, afirmar que o serviço prestado aos produtores de cenoura por estas infraestruturas tem sido fundamental para a manutenção da cultura na ilha da Madeira, enquanto cultura viável comercialmente, pois permite disponibilizar aos consumidores madeirenses um produto muito apreciado e diferenciado, com características organoléticas únicas, com toda a segurança.

Jorge Caldeira
Divisão de Mercados Agrícolas

O artigo foi publicado originalmente em DICAs.

Comente este artigo
Anterior Tinto alentejano Júpiter, a mil euros a garrafa, estreia "Vinhos do Outro Mundo"
Próximo A segurança e higiene na atividade agropecuária

Artigos relacionados

Notícias florestas

Incêndios: Proença-a-Nova apoia proprietários afetados em 2020

A Câmara de Proença-a-Nova apoiou 46 proprietários de terrenos agrícolas que foram afetados pelos incêndios que em 2020 devastaram cerca de 3.400 hectares de área no concelho […]

Cotações ES

Octubre termina sin variaciones en los precios de ovino


La estabilidad se mantiene en el mercado nacional del ovino con repeticiones en las cotizaciones, ante el escaso volumen de animales en campo y la baja demanda de su consumo, […]

Últimas

Autoridades do Oeste dos EUA querem baixar consumo elétrico, perante incêndios e seca

As autoridades do oeste dos EUA exortaram na segunda-feira os habitantes a limitar o seu consumo elétrico, perante uma vaga de calor e uma seca persistente, e com os fogos florestais a […]