O consórcio europeu EIT Food procura as 60 ‘start-ups’ mais inovadoras do setor agroalimentar para acelerar o seu crescimento

O consórcio europeu EIT Food procura as 60 ‘start-ups’ mais inovadoras do setor agroalimentar para acelerar o seu crescimento

No final da aceleração, entre as 60 empresas selecionadas haverá três vencedoras, que receberão um prémio financeiro de até € 100.000. Bilbau já acolheu, na passada edição, dez ‘start-ups’ de um total de 321 candidaturas apresentadas.

O consórcio europeu EIT Food está à procura das 60 ‘start-ups’ mais inovadoras do setor agroalimentar do continente para ajudá-las a crescer e dar-lhes um impulso internacional. O programa EIT Food Accelerator Network (FAN) lançou a sua terceira edição com o objetivo de dar a empresas jovens a oportunidade de se destacarem no mercado europeu.

As inscrições já estão abertas e são dirigidas a novas empresas de tecnologia agrícola e alimentar de alto impacto. De todas as que se apresentarem à convocatória (o ano passado foram 321), será selecionado um grupo de 60, que serão distribuídas por seis sedes de diferentes países. Bilbau será uma delas.

Pelo segundo ano consecutivo, a cidade basca foi escolhida pela sua atratividade como polo tecnológico e industrial, além das suas ligações internacionais. A localização desta aceleradora de empresas é a própria sede do EIT Food para o Sul da Europa localizada no Parque Científico y Tecnológico de Bizkaia. Na edição anterior participaram 10 empresas, que beneficiaram de alguns meses de acompanhamento profissional de especialistas de primeira ordem, e adquiriram as capacidades necessárias para crescer no mercado.

Bilbau será a única cidade espanhola que acolherá esta aceleradora de ‘start-ups’, juntamente com outras cinco cidades europeias: Munique (Alemanha), Haifa (Israel), Lausana (Suíça), Cambridge (Reino Unido) e este ano também se junta Helsínquia (Finlândia).

O programa consiste em quatro meses, a partir de julho deste ano, durante os quais as novas empresas beneficiarão de um plano de estudos guiados por especialistas internacionais, e passarão a fazer parte de uma rede exclusiva com empresas já consolidadas do setor, líderes no sistema alimentar. Isto inclui o acesso a uma potente base de clientes agroalimentares que lhes dará a oportunidade de colocar as suas inovações no mercado de forma mais rápida.

O plano de estudos foi criado por especialistas da indústria agroalimentar para garantir a transição das novas empresas participantes para projetos viáveis no mercado. Assim, ao contrário de outras aceleradoras, no EIT Food não são exigidas cessões de participações das próprias empresas.

Além disso, ao acabar o programa, entre as 60 empresas participantes, três delas serão premiadas com um apoio financeiro direto de até 100.000€ cada uma.

EIT FAN está à procura de novas empresas ao longo de toda a cadeia de valor alimentar que proponham soluções para os problemas atuais do setor agroalimentar: desde a agricultura inteligente até ao consumo e saúde, desde soluções de embalamento sustentáveis até inovações que abordem o desperdício dos alimentos, aumentando a segurança alimentar ou ajudando a criar um sistema de distribuição mais eficiente para a indústria alimentar.

O prazo para as inscrições abriu no dia 15 de janeiro e decorre até 10 de março. As inscrições devem ser enviadas para a web https://www.eitfan.eu/bilbao.

No programa EIT FAN Bilbao participam como sócios: Azti, a Universidade de Turim (UNITO), Danone, PeakBridge e Neiker, com a colaboração do Governo Basco.

Em breve, o EIT Food lançará também o programa Seedbed, destinado neste caso a ideias ou empresas mais jovens, para lhes dar a oportunidade de as converter em negócios viáveis e inovadores dentro do setor agroalimentar.

Comente este artigo
Anterior Transitex participa na Fruit Logistica 2020
Próximo Boletim Mensal da Agricultura e Pescas - Janeiro de 2020

Artigos relacionados

Últimas

Produtores de Fumeiro de Montalegre debatem a importância da Certificação IGP – 15 de junho

No próximo dia 15 de junho, a Associação de Produtores de Fumeiro de Montalegre irá promover a 6ª Ação de Capacitação, […]

Nacional

INE prevê queda de produção de pêra e de kiwi de 5%

A colheita de pêra concluiu-se ainda em Setembro. Registaram-se, já muito perto da colheita e sobretudo no Baixo Oeste (zona que produz, […]

Últimas

Região de Coimbra solidária com agricultores lesados por javalis

“A CIM da Região de Coimbra associa-se à posição da CNA para que o assunto seja discutido em plenário da Assembleia da República”, […]