“Novos híbridos Pioneer e uma nova matéria ativa”

“Novos híbridos Pioneer e uma nova matéria ativa”

Manuel Melgarejo, Presidente da Corteva Agriscience para Espanha e Portugal.

Para tornar isso possível, a Corteva concentra a sua atividade em três áreas principais de negócio: tecnologia aplicada a sementes, proteção de culturas e software e soluções digitais para a agricultura. A Corteva é uma nova empresa, a única empresa agrícola 100% listada no setor, focada em inovação e novas tecnologias, para fornecer soluções inovadoras que combinam a resolução dos problemas dos agricultores com as necessidades da sociedade.

Em Portugal, 2019 segue com a liderança destacada da Pioneer no mercado de sementes de milho, por via de uma oferta superior de híbridos e serviços técnicos da marca Pioneer, que culminou com a celebração do III Fórum Pioneer Indoor, em Santarém. A plataforma de proteção de plantas (Crop Protection) da Corteva continua a desenvolver-se e a introduzir no mercado de fitossanitários soluções sustentáveis em sanidade vegetal, das quais a matéria ativa do inseticida Closer é um exemplo pela sua forma de atuar.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior “Maçã Bravo de Esmolfe: um produto turístico promissor”
Próximo Assembleia de Santa Cruz das Flores insatisfeita com atuação do Governo Regional

Artigos relacionados

Últimas

APROLEP -Prevenir futuras crises no setor leiteiro da Europa!

Produtores de leite de toda a Europa reiteram a sua exigência na procura de um mecanismo de controlo do volume de leite, […]

Últimas

Casas evacuadas em Ovar “por prevenção”. Mais de 300 bombeiros combatem fogo

O presidente da Junta de Freguesia de Válega, no concelho de Ovar, disse esta quinta-feira que cerca de 20 casas foram esta tarde evacuadas “por precaução” […]

Últimas

Brasil suspende exportação de carne bovina para a China após caso de “vacas loucas”

O Ministério da Agricultura brasileiro informou na segunda-feira a suspensão de exportações de carne bovina para a China, devido a um caso da doença de “vacas loucas” […]