“Maçã Bravo de Esmolfe: um produto turístico promissor”

“Maçã Bravo de Esmolfe: um produto turístico promissor”

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Os produtos endógenos, genuínos e diferenciadores de cada região, assumem assim um papel de valor crescente na oferta turística, promovendo a economia local e regional e desenvolvendo assim o território. São estes produtos que fazem a diferença, que levam mais longe o nome da região e que atraem visitantes. E não há melhor exemplo para ilustrar esta tendência do que a Maçã Bravo de Esmolfe.

A paisagem do território onde está implantada esta variedade única e tão saborosa de maçã é, por si só, diferenciadora. É uma paisagem agrária, polvilhada pelas aromáticas macieiras e, ao mesmo tempo, uma paisagem cultural, que valoriza a região e que acrescenta valor à economia e às populações.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior “2019 foi mais um passo marcante no nosso apoio ao território”
Próximo “Novos híbridos Pioneer e uma nova matéria ativa”

Artigos relacionados

Últimas

The EU and Mexico strengthen cooperation in geographical indications

Today the European Union and Mexico strengthened their cooperation in geographical indications (GIs) protection by updating their […]

Nacional

São Lourenço do Barrocal. No interior do Alentejo há um hotel que se pode comer

Vinho, vegetais, ervas aromáticas e muita carne são os ingredientes que este ambicioso projeto em Reguengos de Monsaraz consegue criar, transformar e servir aos seus hóspedes. […]

Nacional

Sabrosa transforma EM 323 numa via panorâmica sobre o Douro Interior

A Câmara de Sabrosa transformou a Estrada Municipal 323 (EM 323) numa via panorâmica com 11 miradouros com vista sobre o Douro, após um investimento de 3,2 milhões de […]