Novo concurso do Portugal 2020 na área da Investigação e Desenvolvimento Tecnológico com parcerias internacionais

Novo concurso do Portugal 2020 na área da Investigação e Desenvolvimento Tecnológico com parcerias internacionais

Projectos poderão ter duração de 36 meses, devem ser liderados por um empresa portuguesa e garantir a participação de pelo menos duas entidades não empresariais nacionais e um investigador americano.

Em 2006 foi estabelecida uma parceria internacional entre o Governo português e as referidas universidades americanas – Universidade de Carnegie Mellon (CMU), o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e a Universidade do Texas em Austin (UTA) –, a qual tem como objectivo promover a internacionalização de entidades portuguesas (universidades, centros de investigação e empresas) e reforçar o seu empreendedorismo, competências e capacidades de I&D.

Actualmente, a parceria criada pretende atribuir um papel mais dinamizador às empresas portuguesas, concedendo-lhes a liderança no processo de modernização do tecido económico nacional. É neste contexto que surge o presente Aviso, o qual visa apoiar projectos liderados por empresas nacionais em co-promoção com entidades académicas nacionais e envolvendo a participação de investigadores principais destas Universidades – CMU, MIT e UTA.

Os projectos a apoiar deverão estar relacionados com áreas tecnológicas consideradas relevantes no âmbito da parceria criada entre Portugal e cada uma das universidades nas seguintes indústrias:

  • Parceria MIT – Portugal: Clima e Alterações Climáticas, Sistemas Terrestres – dos oceanos para o Espaço, Transformação Digital na Indústria e Cidades Sustentáveis;
  • Parceria UTA – Portugal: Interacções Espaço Terra, Física Médica para Terapias Emergentes, Computação Avançada, Computação Quântica, Análise de Dados e Visualização e Nano Materiais para Novos Mercados;
  • Parceria CMU – Portugal: Ciência e Engenharia de Dados, Inteligência Artificial e Aprendizagem Automática, Mobilidade e Autonomia e Design e Engenharia aplicados a problemas sociais complexos.

Os projectos a candidatar-se poderão ter uma duração de 36 meses e, como já referido, devem ser liderados por um empresa portuguesa e garantir, ainda, a participação de pelo menos duas entidades não empresariais nacionais do Sistema de I&D e de pelo menos um investigador principal das Universidades americanas mencionadas.

Este Aviso conta com uma dotação orçamental total de EUR 22,8 milhões, dividindo-se da seguinte forma: EUR 10 milhões para o Programa MIT – Portugal; EUR 6,4 milhões para o Programa UTA – Portugal e EUR 6,4 milhões para o Programa CMU – Portugal.

As candidaturas a este Aviso poderão ser apresentadas até 31 de Maio de 2019 e serão avaliadas pela Agência Nacional de Inovação (ANI).

Estas parcerias revelam-se, de facto, extremamente relevantes para Portugal, posicionando o nosso país como um laboratório vivo e criando novas oportunidades de integração em redes de investigação e inovação a nível mundial, conferindo às empresas portuguesas um papel dinamizador de projectos colaborativos.

Nota: A autora escreve ao abrigo do antigo acordo ortográfico

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em ECO - fundos comunitários.

Anterior Novo centro de investigação para a agricultura de precisão em Vila Real
Próximo Workshop de Engenharia Natural

Artigos relacionados

Últimas

GT Estenfiliose na pera rocha

Considerando a necessidade de controlar a «estenfiliose», uma doença que está a afetar a produção e a qualidade da pera rocha. […]

Nacional

São permitidos novos olivais em Alqueva mas sem financiamento público

O Ministério da Agricultura esclarece que continua a ser possível instalar olivais intensivos ou superintensivos no perímetro de rega do Alqueva, […]

Dossiers

¡Pintan bastos!


Se puede decir que las negociaciones sobre el Marco Financiero de la UE para el periodo 2021/27 están encalladas y que la previsión existente de alcanzar un acuerdo antes de que acabe este año no se van a cumplir. […]