Noventa bombeiros e dois meios aéreos combatem fogo em Barcelos

Noventa bombeiros e dois meios aéreos combatem fogo em Barcelos

Noventa e um bombeiros e dois meios aéreos estão a combater um incêndio que deflagrou este sábado à tarde, em Tamel, no concelho de Barcelos.

O alerta foi dado pelas 13h26. Pelas 15h41, o fogo ainda estava em curso numa zona de mato e floresta.

Não há habitações em risco, disse à Renascença fonte do CDOS de Braga.

Vento e temperatura elevada estão a dificultar o combate às chamas.

O fogo começou na zona de Tamel.

A combater as chamas estão 91 operacionais, 28 viaturas e dois meios aéreos.

O ministro da Administração Interna (MAI), Eduardo Cabrita, pede aos portugueses que evitem comportamentos de risco, nomeadamente na agricultura devido ao risco elevado de incêndio para os próximos dias.

Este fim de semana o risco de incêndio aumenta, prevendo-se que seja muito elevado para o distrito de Faro e Portalegre e elevado em 22 concelhos de Faro, Beja, Castelo Branco, Santarém e Portalegre e volta a subir na terça-feira, onde são mais de 70 os concelhos em risco elevado de incêndio, 16 em muito elevado e um em risco máximo (Mação, no distrito de Santarém).

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Nova direção da Unileite quer "medidas pioneiras" na fileira do leite nos Açores
Próximo Reforçados meios aéreos no combate ao fogo em Barcelos

Artigos relacionados

Nacional

Incêndios. Alerta vermelho termina esta terça-feira às 23h59 devido à descida das temperatura

O alerta especial vermelho de agravamento do risco de incêndio florestal que vigorava em vários distritos vai terminar às 23h59 desta terça-feira passando todo o continente a estar em alerta laranja, […]

Sugeridas

ANIPLA apresenta a SMART FARM – Demonstração da agricultura moderna e sustentável

A ANIPLA – Associação Nacional da Indústria para a Protecção das Plantas, apresenta a primeira quinta inteligente em território nacional: a SMART FARM. Localizada na Companhia da Lezírias, é um exemplo pioneiro no contexto da produção agrícola sustentável.

Últimas

Há sete meses que quase não chove no Algarve e a seca é extrema

Autarcas reivindicam a construção de uma nova barragem. A empresa Águas do Algarve garante que até final do ano não faltará água nas torneiras. […]