Nova política agrícola comum “alimenta a destruição ecológica” – Greta Thunberg

Nova política agrícola comum “alimenta a destruição ecológica” – Greta Thunberg

A ativista ambiental Greta Thunberg defendeu, numa mensagem publicada na rede social Facebook, que a nova Política Agrícola Comum (PAC), aprovada na sexta-feira pelo Parlamento Europeu, “alimenta a destruição ecológica”.

“Onze meses após o Parlamento Europeu declarar o estado de emergência climática, o mesmo parlamento votou numa política agrícola que – em suma – alimenta a destruição ecológica com quase 400 mil milhões de euros”, acusou Greta Thunberg, numa mensagem assinada também pelos ativistas ambientais Luisa Neubauer, Adélaïde Charlier, Camille Etienne e Anuna van der Heyden.

“Estamos dececionados? Não. Porque isso significaria que esperávamos um milagre. No entanto, este dia mostrou, mais uma vez, a dimensão da lacuna que existe entre as políticas atuais e o que devia ser feito para estarmos em conformidade com o Acordo de Paris”, lê-se também na nota, publicada na noite de sexta-feira.

O Parlamento Europeu aprovou na sexta-feira uma nova PAC, que considera “mais verde” para a União Europeia.

O documento deverá agora ser negociado com os Estados-membros, mas várias organizações não-governamentais e também deputados europeus consideram-no insuficiente para responder aos desafios ambientais e climáticos que o mundo enfrenta.

Alvo de críticas são também os subsídios para apoiar a agricultura intensiva e a insuficiência nos apoios a modelos mais sustentáveis e ecológicos previstos na nova PAC.

Comente este artigo
Anterior Se detecta cierto optimismo en el mercado de vacuno
Próximo Já são conhecidos os 20 finalistas dos prémios de inovação da Fruit Attraction

Artigos relacionados

Nacional

​Incêndios: 24 municípios sem plano de combate atualizado

Vinte e quatro municípios do continente não têm o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) atualizado, disse esta terça-feira no parlamento o ministro da Administração Interna, […]

Sugeridas

Linha de crédito superior a 300 milhões para impulsionar agricultura

Grupo BEI facilita financiamento com condições favoráveis para as PMEs do setor agrícola. Acordo apoiado pelo Plano de Investimento […]

Nacional