Na Índia, tocam-se buzinas e cornetas para afastar gafanhotos

Na Índia, tocam-se buzinas e cornetas para afastar gafanhotos

Face à falta de pesticidas, devido à pandemia de Covid-19 (que reduziu as importações), as autoridades optam por medidas alternativas para combater a praga.

Uma praga de gafanhotos está a dizimar as culturas do norte da Índia. Ao todo, 60 mil hectares de terrenos agrícolas foram destruídos.

Como o confinamento e o fecho de fronteiras impostos pela Covid-19 atrasaram as importações dos pesticidas para controlar os insetos, há que pensar o que fazer e o conselho das autoridades, agora que a praga se dirige para Deli, é fazer barulho e não entrar em pânico.

Depois de os agricultores terem colocado música a altos berros junto aos campos agrícolas e de carros de bombeiros terem ido buzinar junto a árvores repletas de gafanhotos, as autoridades indianas pedem agora à população para que faça o mesmo.

Os indianos são instados a tocar incessantemente buzinas, cornetas. Tudo na esperança de que o som incomode os insetos e os obrigue a ir embora.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior Tempo muito quente em Portugal continental
Próximo Mercado do porco dá sinais de retoma. Terá chegado ao fim a descida da cotação.

Artigos relacionados

Últimas

El escaso consumo sigue marcando la tendencia en ovino

En el mercado de ovino, la falta de animales en campo, con una producción muy corta, se impone en el mercado a unas ventas muy discretas, […]

Nacional

Portugal pede alteração das regras de rotulagem do mel

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, participou no dia 27 de janeiro no Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas que decorreu em Bruxelas, […]

Nacional

“A Associação quer representar o interesse dos produtores de norte a sul, sem colidir com as associações locais”

Rui Silva, ANPM (Associação Nacional de Produtores de Mirtilo) – durante uma palestra organizada pela Revista Voz do Campo em Sever do Vouga. […]