Mudança no fim de semana.

Mudança no fim de semana.

Mudança do estado do tempo no fim de semana que vem, dias 24-25.

Esperamos que  se aproxime uma perturbação da corrente de jato subtropical, essa perturbação deverá gerar um aumento da instabilidade atmosférica sobre o território.

Não esperamos um aumento significativo da intensidade do vento nem uma descida anormal das temperaturas!  Ao que tudo indica continuará o tempo pouco ventoso e com temperaturas próprias para a altura do ano.

No entanto teremos um aumento da nebulosidade e um aumento das probabilidades de chuva, em regime de aguaceiros e trovoadas dispersos.

Continuaremos a assistir a um gradual aquecimento das águas costeiras e a condições meteorológicas que deverão até ser bastante agradáveis nas regiões litorais, já que a instabilidade tenderá a ser mais acusada no interior.

A última semana de Agosto será em princípio marcada por estas condições meteorológicas com temperaturas agradáveis, pouco vento, mas instabilidade ocasional.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em BestWeather.

Veja a previsão do tempo e a melhor altura para pulverizar na nossa página de Meteorologia powered by Syngenta.

Anterior Fogo em Abrantes já está em fase de resolução
Próximo Cotações – Azeite – Informação Semanal – 12 a 18 Agosto 2019

Artigos relacionados

Notícias meteorologia

Previsão de longo prazo – 16 dez. a 12 jan. 2020

Precipitação total e temperatura média semanal com valores acima do normal […]

Notícias meteorologia

IPMA lidera área de incêndios em projeto europeu

IPMA lidera área de incêndios em projeto europeu
2019-02-13 (IPMA)
Entre os dias 21 e 23 de janeiro de 2019 o IPMA participou num workshop no Centro Europeu de Previsão Médio Prazo (ECMWF) no âmbito do projeto ARISTOTLE e na qualidade de líder da área de incêndios florestais. […]

Notícias meteorologia

Recursos minerais na plataforma continental do Alentejo

Rotacao de Noticias

Recursos minerais na plataforma continental do Alentejo
2019-05-07 (IPMA)
Determinação do potencial em recursos minerais na plataforma continental do Alentejo e as condicionantes naturais impostas pelo soerguimento da margem continental no Plio-Quaternário. […]