Regadio: Ministro da Agricultura aprova dois últimos projetos do seu mandato

Regadio: Ministro da Agricultura aprova dois últimos projetos do seu mandato

[Fonte: MAFDR] O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural aprovou hoje dois novos projetos de regadio integrados do Programa Nacional de Regadios (PNRegadios).

Trata-se do Circuito Hidráulico de Viana do Alentejo, e do respetivo Bloco de Rega, e da Ligação ao Sistema de Adução a Morgavel e à Albufeira de Fonte Serne. A estes projetos corresponde um apoio público de cerca de 30 milhões de euros. Trata-se de projetos aprovados no âmbito da segunda fase do PNRegadios, financiada pelo Estado através dos empréstimos negociados com o Banco Europeu de Investimento (BEI) e com o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa (CEB).  

Estes dois projetos vão beneficiar os concelhos de Santiago do Cacém e Viana do Alentejo, numa área total de 5 327 hectares, que passa a integrar o Perímetro de Alqueva, contribuindo para o seu alargamento dos atuais 120 mil para 170 mil hectares. Trata-se de uma importante componente do PNRegadios, cuja primeira fase está já em execução, e que visa a mitigação dos efeitos das alterações climáticas sobre a agricultura, dotando o país de mais reservas de água e de melhores e mais eficientes sistemas de aproveitamento. Outro dos objetivos deste Programa é o aumento da produtividade e da competitividade da agricultura nacional, contribuindo para o aumento das exportações e para a substituição de importações por produção nacional. Até 2023 deverá estar concluída primeira parte do PNRegadios, com a criação de 100 mil novos hectares de regadio, a que corresponde um investimento público de 560 milhões de euros e a criação de mais de 10 mil novos postos de trabalho permanentes.  

A aprovação dos projetos do Circuito Hidráulico de Viana do Alentejo, e do respetivo Bloco de Rega, e da Ligação ao Sistema de Adução a Morgavel e à Albufeira de Fonte Serne constituem a última intervenção de Luís Capoulas Santos no âmbito do PNRegadios enquanto Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Comente este artigo
Anterior Presidente da Fenareg diz que “barragens têm sido feitas avulso” e defende plano a longo prazo (c/som)
Próximo Opinião | Não faz sentido ignorar a ciência: OGM e o dilema do PE*

Artigos relacionados

Últimas

Incêndios 2017. “A solidariedade não chegou ao destino”, alerta bispo da Guarda

D. Manuel Felício admite que depois dos incêndios de 2017 houve alguns apoios, mas não houve a resposta que devia haver. […]

Comunicados

The Commission confirms a rescue operation for palm oil biofuels

Posted on 13/03/201913/03/2019

Despite the agreement reached on the Renewable Energy Directive last year and the concerns expressed on the draft submitted for consultation a month ago, […]

Notícias cadeia alimentar

Cooperativas agrícolas aderem em força ao Código das Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar

18 Cooperativas agrícolas, a que se juntam a LACTOGAL e a PECNORDESTE, entre outros agentes do setor, subscrevem, o Código das Boas Práticas na Cadeia Agroalimentar […]