Medidas culturais e preventivas – Míldio da Videira (Plasmopara vitícola) – Vinha

Medidas culturais e preventivas – Míldio da Videira (Plasmopara vitícola) – Vinha

É necessário pôr em prática medidas culturais e preventivas, que ajudem ao arejamento e evitem a manutenção de excessiva humidade na vinha, contrariando o desenvolvimento do míldio e de outras doenças:

  • despampa moderada, para não favorecer a formação de netas (retirar também os pâmpanos situados na face inferior do tronco cordão);
  • manutenção das netas na parte cimeira da sebe, onde sejam necessárias para ajudar a proteger os cachos do escaldão;
  • desfolha moderada e cuidadosa, retirando folhas por baixo dos cachos e mantendo as de cima, protegendo-os de eventual escaldão ou de imprevisíveis saraivadas. Na desfolha, deve aproveitar para retirar as folhas amarelas ou meio-secas, que já não são úteis à videira, bem como folhas com sintomas de míldio, oídio e black rot;
  • desladroamento (cortar  os  pâmpanos “ladrões”, nascidos no tronco, abaixo da zona de produção, que retiram energia à videira e dificultam o arejamento);
  • corte regular da erva espontânea ou dos enrelvamentos, reduzindo a humidade no interior da vinha;
  • evitar a formação e manutenção de poças de água na vinha.

O artigo foi publicado originalmente na Circular n.º 11 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Comente este artigo
Anterior Criar animais em gaiolas será proibido na União Europeia
Próximo Banco Mundial aprova 123 ME para desenvolvimento da economia rural em Moçambique

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Engenheiro Agrónomo – Acompanhamento Técnico – Cantanhede

A empresa FRUTI-TAIPINA foi criada em 1989, desempenhando, desde a sua criação, um papel muito importante no escoamento de frutas e hortícolas […]

Notícias florestas

Incêndios: Covid-19 sem “impacto direto” na prevenção – presidente da Agência de Fogos Rurais

O presidente da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais considerou hoje que a covid-19 “não teve um impacto direto” na prevenção […]

Sugeridas

Javalis agravam medo de contágio de peste suína no Alentejo

[Fonte: TSF] Vários casos da doença na Europa deixam em alerta os produtores portugueses.

O aumento de javalis nos campos do Alentejo está a deixar os produtores do porco preto em alerta máximo, […]