Medidas culturais – Doenças da Vinha

Medidas culturais – Doenças da Vinha

O êxito da proteção da Vinha contra as doenças depende também de medidas preventivas que contribuam para diminuir o impacto das doenças.

Para melhorar a tolerância ou a resistência das plantas às doenças, deve-se limitar o vigor das vinhas em produção,reduzindo ao mínimo a fertilização azotada e instalando um coberto vegetal do solo (enrelvamento).

Recomenda-se também a desponta, desladroamento e despampa, para eliminar a vegetação mais tenra (muito sensível ao míldio), permitir a circulação do ar e a passagem da luz e facilitar a penetração das caldas fungicidas.

A desponta, realizada cedo, em plena floração ou imediatamente após a floração, tem ainda efeitos benéficos na produção:

  1. concentra a seiva elaborada nas inflorescências, contribuindo para o seu vingamento e para a formação de cachosbem constituídos,
  2. estimula o desenvolvimento de ramos secundários (netas) em tempo útil, cujas folhas ajudarão ao enriquecimento das uvas em açúcares,
  3. contribui para reduzir o desavinho em castas com tendência para este fenómeno ou muito vigorosas,
  4. contraria os efeitos nefastos do vento, a que os pâmpanos vigorosos, masainda tenros, estão sujeitos.

O desladroamento (retirando ladrões que nascem abaixo da zona de produção e no tronco cordão) e a despampa (retirando pâmpanos mal situados), libertam os recursos da planta para os frutos, deixando de sustentar vegetação desnecessária.

A seguir ao vingamento, deve serfeita uma ligeira desfolha, – retirando folhas mais velhas da base com sintomas de doenças (retirar da vinha) – aliviando os cachos. (A desfolha nesta fase aumenta a resistência ao escaldão).

Todas estas operações devem ser moderadas e equilibradas.

O artigo foi publicado originalmente na Circular n.º 10 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho.

Comente este artigo
Anterior No Dia Internacional da Biodiversidade a ANIPLA relembra o papel da Agricultura na defesa da Segurança Alimentar e Ambiental
Próximo Oferta de emprego - Enólogo - Engenheiro Agrónomo ou Alimentar - Serpa

Artigos relacionados

Últimas

Governo investe mais 60 milhões de euros em regadio para todo o país


GOVERNO INVESTE MAIS 60 MILHÕES DE EUROS EM REGADIO PARA TODO O PAÍS
Está já aberto mais um novo concurso para apresentação de candidaturas ao Programa Nacional de Regadios (PNRegadios). […]

Cotações PT

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 3 a 9 Fevereiro 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Ovinos
Após a ligeira descida generalizada registada na passada semana (-2 a -9 cêntimos / Kg), […]

Últimas

Live-stream – A agricultura no pós-confinamento Covid-19: a perspetiva dos consultores

WEBINÁRIO: A agricultura no pós-confinamento Covid-19: a perspetiva dos consultores […]