Mau tempo: Governo da Madeira abre candidaturas para recuperação da agricultura

Mau tempo: Governo da Madeira abre candidaturas para recuperação da agricultura

O Governo Regional da Madeira abriu hoje as candidaturas de acesso aos apoios para a recuperação dos prejuízos na agricultura provocados pelo mau tempo registado em dezembro e em janeiro.

De acordo com uma nota do executivo madeirense, as candidaturas vão estar abertas até ao dia 31 de março e os apoios a atribuir são ao abrigo do Programa de Desenvolvimento Rural (Proderam), representando uma dotação de um milhão de euros.

Os apoios destinam-se “à recuperação de terras agrícolas e ao restabelecimento do potencial de produção agrícola afetado por catástrofes naturais, fenómenos climáticos adversos e acontecimentos catastróficos” que afetaram os concelhos de Porto Moniz, São Vicente e Santana, refere o Governo Regional.

No mesmo documento, o governo madeirense adianta que está prevista “uma taxa de subsídio de 100% sobre a despesa elegível”, visando apoiar “a reconstituição ou a reposição das condições de produção e infraestruturas de caráter individual ou coletivo afetados por catástrofes ou calamidades naturais”.

Em dezembro e em janeiro, a ilha da Madeira foi fustigada com episódios de más condições meteorológicas.

No dia de Natal, um temporal atingiu principalmente as freguesias de Ponta Delgada e Boaventura, onde as enxurradas e o transbordo de ribeiros destruíram duas casas e danificaram outras, provocando também elevados danos em várias estradas.

Dias depois, no início da janeiro, foram registadas quedas de árvores, derrocadas e inundações, tendo um casa desabado no concelho de Santana, no norte da ilha.

O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira assinalou um total de 96 ocorrências de várias tipologias nessa altura, não se tendo registado danos humanos.

Comente este artigo
Anterior Aromáticas Vivas e Spisa Holding expandem negócio em Viana do Castelo
Próximo Centro PINUS divulga consumo de madeira de pinho em 2020 - diminuição de 9,1%

Artigos relacionados

Últimas

Live: Impacto das alterações climáticas no olival de sequeiro

As alterações climáticas são uma das maiores ameaças ao olival tradicional de sequeiro. Neste seminário será apresentada uma visão integrada dos efeitos da modificação […]

Últimas

Mais de dois anos depois de ser varrido pelo Leslie, Choupal vai ser reabilitado

Mata nacional às portas de Coimbra ter uma operação de fundo que implica a plantação de 5000 mil árvores e o abate ou pode de outras 700. […]

Dossiers

Previsões Agrícolas: Boas expetativas para a campanha da cereja – Maio de 2021

As previsões agrícolas, em 31 de maio, apontam para uma campanha da cereja muito positiva que, apesar de algumas dificuldades nas variedades mais precoces, deverá atingir um rendimento […]