Matadouros dos Açores querem habilitação para exportar bovino para Hong Kong

O secretário Regional da Agricultura e Florestas revelou que os matadouros dos Açores vão integrar a missão técnica de habilitação de estabelecimentos em Portugal, com vista à exportação de carne de bovino para Hong Kong.

“O Governo dos Açores considera estratégico para o desenvolvimento do sector da carne que os matadouros açorianos sejam incluídos nesta missão, com vista a serem habilitados e reunirem condições para que, no futuro, operadores privados possam explorar essa oportunidade de poderem exportar carne de bovino para Hong Kong”, afirmou João Ponte.

O governante açoriano frisou que o sector da carne tem registado uma relevância económica crescente nos Açores em consequência dos investimentos estratégicos que têm vindo a ser feitos, quer pelos agricultores, como é o caso da melhoria genética dos animais, quer ainda pelos investimentos públicos na modernização da rede regional de abate.

ISO 22.000

Por outro lado, João Ponte destacou a certificação dos matadouros pela norma da qualidade e da segurança alimentar (ISO 22.000), bem como a certificação pela grande distribuição, constituindo mais valias importantes que permitem potenciar a entrada da carne dos Açores em novos mercados e, por esta via, aumentar a valorização da produção.

O secretário Regional da Agricultura e Florestas reafirmou como exemplo do bom desempenho da produção de carne de bovino o facto de, entre 2015 e 2018, a expedição de carcaças para fora da Região ter crescido 33,4%, acrescentando que a exportação de carne de bovino já representa mais de 60% da produção total.

Estes indicadores, segundo o titular da pasta da Agricultura, confirmam o dinamismo do mercado da carne de bovino e traduzem-se em mais rendimento e mais desenvolvimento económico, e na rentabilização do investimento público realizado na modernização da rede regional de abate.

Agricultura e Mar Actual

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Anterior Produção nacional do sector agroalimentar substitui importações
Próximo Assunção Cristas quer reforço do Programa de Desenvolvimento Rural para "apoiar e ajudar todas as áreas"

Artigos relacionados

Últimas

Empresa polaca procura produtores e distribuidores de vinho

Uma empresa com sede na Polónia, especializada na importação e distribuição de vinhos embalados em caixas de big bag, procura cooperação com fornecedores desses produtos no exterior (produtores de vinho, […]

Newsletters

NEWSLETTER IFAP – OUTUBRO 2019

NEWSLETTER IFAP – OUTUBRO 2019
91.ª edição da Newsletter IFAP já foi enviada. 
Subscreva gratuitamente a nossa Newsletter e periodicamente receberá […]

Comunicados

Associações de Regantes promovem Sistema para Avaliar e Melhorar Eficiência da Água e Energia – Grupo operacional Agir

A melhoria de eficiência através do uso eficiente da água e da energia, constitui uma das principais preocupações das Entidades Gestoras – Associações de Regantes, […]