Mais de 200 médicos disponibilizam-se para ajudar populações em Pedrógão Grande

Mais de 200 médicos disponibilizaram-se para ajudar populações nos centros de saúde de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, informou o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM).

Carlos Cortes lançou o apelo na segunda-feira, nas redes sociais e através de um e-mail endereçado a nove mil médicos da região Centro, sendo que já “mais de 200 médicos” mostraram disponibilidade para prestar apoio no terreno, disse à agência Lusa.

O pedido “de apoio urgente” surgiu na sequência do apelo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Pinhal Interior Norte e as respostas “vieram de todo o país, incluindo ilhas”, de profissionais que “se dispõem a tudo o que for necessário”, sublinhou Carlos Cortes.

O presidente da SRCOM acredita que a oferta de médicos para a região afetada pelo incêndio que começou no sábado, em Pedrógão Grande, “é muito superior em relação à necessidade”, mas relatou que, neste momento, também Góis, no distrito de Coimbra, “pede médicos”.

“Os médicos estão dispostos a fazer tudo”, realçou, referindo que nos centros de saúde da zona surgem “situações mais urgentes de intoxicações, queimaduras ou stress”, mas há que atender também a casos indiretamente relacionados com o incêndio.

“Numa área com muita gente idosa, com diferentes patologias, seja diabetes ou problemas cardiovasculares, os doentes estão todos a descompensar, porque deixaram de tomar a sua medicação”, frisou Carlos Cortes, considerando que, em alguns casos, esses doentes poderão ter de ser transferidos para um hospital.

Comente este artigo
Anterior El consumo de zumo envasado en España cae más de un 15 % en el último lustro
Próximo Irish cheddar makers urge post-Brexit state aid

Artigos relacionados

Últimas

Ciclo de passeios de Biodiversidade à nossa Volta – Calendário

A Cátedra UNESCO em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável e o Centro de Ecologia Funcional (CFE) da Universidade de Coimbra (UC) voltam a promover o ciclo de passeios “Biodiversidade à Nossa Volta”, iniciado no passado ano.
Num desafio à cidade, investigadores do CFE vão mostrar no decorrer de um passeio a biodiversidade que nos rodeia. […]

Últimas

Autoridades da Galiza indicam que 16 povoações correm risco de incêncio

Dezasseis pontos da região espanhola da Galiza enfrentam esta manhã “risco real para povoações” devido aos incêndios florestais, com principais focos em Friol, Monforte de Lemos e Pantón, em Lugo.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;} […]

Últimas

Angola deve abrir economia ao exterior para compensar lentidão da diversificação – BMI Research

Londres, 19 jun (Lusa) – O analista da consultora BMI Research que acompanha a economia de Angola considerou à Lusa que o país devia apostar na abertura ao investimento externo, já que a diversificação será um processo “extremamente lento”.

“Se querem mesmo diversificar, então têm de abrir a economia aos investidores externos, […]