MAI e Agricultura são os únicos ministérios com cortes orçamentais

MAI e Agricultura são os únicos ministérios com cortes orçamentais

[Fonte: Sol]

Entre os 16 ministérios do governo apenas duas tutelas vão sofrer um corte nas verbas disponíveis para 2019: o Ministério da Administração Interna (MAI) e o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

No reverso, são os Ministérios do Mar e do Planeamento e Infraestruturas que vão ter o maior reforço nas dotações previstas para o próximo ano.

A ministra Ana Paula Vitorino quase duplica o seu orçamento com mais 79,8% no investimento previsto para as políticas do Mar. Em 2019 a tutela vai contar com 127,9 milhões de euros sendo que em 2018 a dotação não ultrapassou os 71,1 milhões de euros.

O ministério que vai ter o segundo maior aumento é o de Pedro Marques, com uma subida de 1.367,7 milhões de euros. No total, em 2019, a tutela dos transportes e obras públicas vai contar com 5.014,4 milhões de euros.

Veja abaixo as dotações previstas:       

                                                                                             Dotação                                   variação

Presidência do Conselho de Ministros                        189,6 milhões                            + 36,1%

Negócios Estrangeiros                                                  414,9 milhões                            + 12,4%

Finanças                                                                         17.816,5 milhões                        + 17%

Defesa                                                                             2.338,9 milhões                         + 17,5%

Administração Interna                                                   2.188,7 milhões                          – 2,7%

Justiça                                                                            1.469 milhões                             + 12,6%

Cultura                                                                            501,3 milhões                             + 12,6%

Ciência e Ensino Superior                                            2.764,1 milhões                          + 18,6%

Educação                                                                       6.421,3 milhões                           + 1,3%

Trabalho e Segurança Social                                      20.966,3 milhões                        + 4,9%

Saúde                                                                           11.013,3 milhões                         + 5%

Planeamento e Infraestruturas                                    5.014,4 milhões                          + 37,5%

Economia                                                                     2.112,5 milhões                           + 4,3%

Ambiente                                                                      2.507,2 milhões                          + 16,9%

Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural          1.256,5 milhões                              – 8%

Mar                                                                                 127,9 milhões                             + 79,8%

Comente este artigo
Anterior Incêndios 2017. Ministro da Agricultura convida Jerónimo a consultar apoios aos produtores agropecuários
Próximo OE2019: Despesa do Ministério da Agricultura sobe 15,8% para 1.217,9 ME

Artigos relacionados

Dossiers

Escola de Pastores chega à Região Centro

A Escola de Pastores é uma iniciativa pioneira em Portugal integrada no projeto “Programa de Valorização da Fileira dos queijos da Região Centro”. […]

Últimas

Produtora do Dão inicia processo de reconversão em vinha biológica

A Caminhos Cruzados, produtor de vinhos do Dão, anunciou esta semana que arrancou com um processo de reconversão em vinha biológica com a casta Touriga Nacional. […]

Últimas

Incêndios: Dez empresas já têm luz verde para receber apoios comunitários

Até ao momento foram aprovadas dez candidaturas de empresas, que envolvem um investimento de 517 mil euros. Já foram pagos adiantamentos no valor de 67 mil euros. […]