Live: O impacto da redução de aplicação de produtos fitofarmacêuticos na produção vegetal

Na origem do estudo, está a preocupação da Anipla com a intenção assumida pela União Europeia no quadro da Estratégia para a Biodiversidade, apresentada no Pacto Ecológico Europeu da CE, de reduzir a utilização de produtos fitofarmacêuticos em 50% até ao ano 2030 e com o consequente impacto na economia e no futuro de várias fileiras agroalimentares.

Para comentar os resultados do estudo de impacto e debater os desafios que o setor agrícola nacional enfrenta, reunimos vários especialistas para uma conversa online que nos permita procurar respostas e identificar estratégias que viabilizem uma agricultura sustentável no presente e futuro.

Redução de fitofarmacêuticos pode gerar quebra anual mínima de 330 ME no rendimento agrícola – Estudo

Comente este artigo
Anterior Esclarecimento do Ministério da Agricultura referente à morte das 68 cabras em Arcos de Valdevez
Próximo Gestão da biomassa residual na Beira Interior

Artigos relacionados

Últimas

CDS pede mais apoio do PDR 2020 para defesa do montado de sobro e azinho

O Grupo Parlamentar do CDS-PP quer que a Assembleia da República recomende ao Governo que promova medidas específicas, no âmbito do PDR 2020, […]

Últimas

DES AGRO 4.0: Fruticultura e Viticultura de Precisão – 27 de julho – Fundão

A RUDE – Associação de Desenvolvimento Rural promove no dia 27 de julho uma palestra técnica sobre o tema “Fruticultura e Viticultura de Precisão”, no […]

Dossiers

Bolsa do Porco – Semana 23/2021 – Subida de 0,020 euros

A semana fica marcada pelo “finca-pé” dos matadouros face à tendência de subida do preço dos porcos. Com o panorama a manter-se no que diz respeito à pressão dos mercados externos sobre […]